57 termos iniciando com a letra "c".
  • Cadeia alimentar

    Sistema no qual se processa a transferência de energia de organismos vegetais para uma série de organismos animais, por intermédio da alimentação, e através de reações bioquímicas; cada elo alimenta-se do organismo precedente e, por sua vez sustenta o seguinte. comparar com nível trófico.

  • Cadeia trófica

    O mesmo que cadeia alimentar.

  • Camada de ozônio

    Ocorre a destruição da camada de ozônio pela reação química que ocorre na estratosfera com as substâncias provenientes de emissões de fontes antropogênicas, sendo os principais consumidores de ozônio, os cloro fluorcarbonos (CFC) e halógenos. O principal agente na destruição da camada de ozônio é o cloro fluor carbono, que se acumula na troposfera ...   leia mais

  • Capacidade de carga

    1) capacidade de um território ou meio de suportar determinada intensidade de uso. 2) comparar com capacidade de sustentação.

  • Capacidade de suporte

    O mesmo que capacidade de sustentação.

  • Capacidade de sustentação

    1) o número máximo de exemplares, de uma espécie da fauna silvestre, que pode ser sustentada numa determinada área de um terreno na condição mais crítica possível. 2) capacidade de um ecossistema suportar organismos saudáveis e, ao mesmo tempo, manter sua produtividade, adaptalidade e capacidade de renovação.

  • Capital Natural

    Conceito que altera teorias econômicas tradicionais, onde a natureza era considerada dádiva infindável. Por exemplo: uma floresta nativa derrubada para venda da madeira era contabilizada como renda no cálculo do PIB - Produto Interno Bruto, sem levar em conta a depreciação do meio ambiente, ou o custo da recomposição, como se faz em relação às máqui...   leia mais

  • Captação da Água

    Conjunto de estruturas montadas para retirar água dos mananciais, para abastecimento público ou outros fins.

  • Carcinógeno

    Substância que aumenta a probabilidade de se desenvolver câncer naqueles que com ela entram em contato. Do ponto de vista técnico, não significa "causadora de câncer", já que as substâncias carcinógenas não causam câncer em todos os indivíduos a elas expostos.

  • Carga orgânica

    Quantidade de oxigênio necessária à oxidação bioquímica da massa de matéria orgânica que é lançada ao corpo receptor, na unidade de tempo. Geralmente, é expressa em toneladas de DBO por dia.

  • Carga perigosa

    Carga rodoviária, ferroviária ou fluvial considerada de risco para seres humanos ou para o meio ambiente

  • Carga Poluidora

    Quando se fala de recursos hídricos, é a quantidade de poluentes que atingem os corpos d'água, prejudicando seu uso. Medida em DBO e DBQ.

  • Carga poluidora admissível

    Carga poluidora que não afeta significativamente as condições ecológicas ou sanitárias de um corpo de água, ou seja, a carga aceitável dentro dos limites previstos para os diversos parâmetros de qualidade de água.

  • Catalisador

    Em termos de ecologia urbana, equipamento mecânico adotado em veículos automóveis fabricados nos países mais desenvolvidos e que tratam quimicamente os componentes tóxicos dos gases antes da sua liberação no ar.

  • Certificação

    Avaliação independente (de 3ª parte), onde um organismo certificador credenciado (OCC) verifica a conformidade de um produto, processo ou sistema com determinados requisitos.

  • CFC

    Sigla de cloro-flúor-carbono. Substância que destrói a camada de ozônio e que é utilizada em produtos domésticos, como o aerossol.

  • Chorume

    Líquido, produzido pela decomposição de substâncias contidas nos resíduos sólidos, que tem como características a cor escura, o mau cheiro e a elevada demanda bioquímica de oxigênio( DBO).

  • Chumbo

    Metal pesado mais comum. É muito tóxico para os seres humanos e a maioria dos animais. A exposição ao chumbo pode interferir na atividade do sistema nervoso e na formação das células vermelhas do sangue (hemácias), inibindo, desta maneira, a transferência de oxigênio ao organismo. O uso de tubulações de chumbo constitui uma grande ameaça à saúde pública. Acredita-se que a exposição ao chumbo inibe o desenvolvimento intelectual das crianças.

  • Chuva ácida

    Resulta na dissolução de poluentes concentrados na atmosfera, tais como óxidos de nitrogênio ou dióxido de enxofre no vapor de água no ciclo hidrológico, resultando na precipitação de água, na forma de chuva, neve ou vapor com pH inferior a 5,6. O grau de impacto da chuva ácida no meio está relacionada aos seguintes fatores: concentração de contaminantes na atmosfera, altura e precipitação, ventos e a capacidade do solo em neutralizar ou diminuir os efeitos dos poluentes.

  • Ciclo de Vida (de produto)

    Significa todas as etapas da formação de um produto envolvendo as caracteísticas das matérias primas que o integram, sua produção, distribuição, reutilização ou eliminação no ambiente.

  • Ciclo hidrológico

    Movimento da água através do ecossistema. O ciclo depende da capacidade de a água estar presente nas formas líquida e gasosa. O ciclo tem quatro fases: evaporação, condensação, precipitação e deflúvio.

  • Ciclos Biogeoquímicos

    Circulação na natureza de substâncias essenciais à renovação, manutenção e reprodução dos organismos vivos. Os principais ciclos são os do Carbono (pelo qual átomos de carbono se incorporam em compostos orgânicos através da fotossíntese), do Nitrogênio (absorvido na forma de nitratos por plantas comidas por animais, produzindo excrementos contendo nitrato, que volta ao solo), da Água (evaporação, à chuva, e assim por diante), do Oxigênio, do Enxofre e do Fósforo.

  • Classes de Água

    Classificação da qualidade da água dos rios, mares e outros corpos da água. No Brasil, a Resolução 20/86, do CONAMA - Conselho Nacional do Meio Ambiente, define cinco classes para as águas doces, e determina que tipo de uso pode se fazer da água, em cada caso (de consumo humano à navegação). No caso de águas salobras (com 0,5 a 30% de salinidade) e salinas (salinidade acima de 30% de salinidade) a Resolução estabelece duas classes para cada uma. (Fonte: Resolução 20/86 do CONAMA).

  • Clorofluormetanos

    Maior subgrupo dos CFCs; são utilizados em refrigeração e como solventes na limpeza de circuitos integrados e "microchips". Também conhecidos como freon.

  • Cobrança pelo Uso da Água

    Prevista na Lei de Recursos Hídricos (Lei Federal 9433/97), parte do princípio de que a água é um bem econômico e seu uso deve ser racionalizado. Pode haver a cobrança de todos usos sujeitos à outorga, como captação de água, lançamento de esgotos, ou produção de energia. Pela lei, os valores arrecadados devem ser aplicados prioritariamente em obras, estudos e programas na própria área da bacia hidrográfica onde se fez a cobrança.

  • Coleta Seletiva de Resíduos

    Separação de vidros, plásticos, metais e papéis pela população para reutilização, ou reciclagem. Sem ela, este processo pode ser impossibilitado. Por exemplo, não dá para reciclar papel que foi misturado a material tóxico. Na coleta seletiva em locais públicos, é usual identificar latões com cores padronizadas: azul para papel, amarelo para metal, verde para vidros, vermelho para plásticos, branco para lixo orgânico.

  • Coliforme fecal

    Organismo humano trato intestinal humano (e de outros animais), cuja ocorrência serve como índice de poluição.

  • Combustíveis fósseis

    Principal fonte de energia nas sociedades modernas, esses combustíveis, que têm como base o carbono, são constituídos pelos restos orgânicos de organismos fossilizados. O carvão de pedra e o petróleo são os dois principais combustíveis fósseis. O gás natural é uma subcategoria do petróleo, já que é gerado durante a formação do petróleo.

  • Comissao Brundtland ou Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento da ONU

    "World Comission on Environment and Development", criada pelo Programa de Meio Ambiente da ONU, atuou entre 1983 e 1987. Presidida por GroBrundtland, que foi primeira-ministra da Noruega e presidiu a Conferência de Meio Ambiente Humano em 1972. Produziu o relatório "Nosso Futuro Comum", diagnóstico da situação ambiental mundial sob a ótica do desenvolvimento sustentável que inspirou a realização da Rio-92.

  • Competição

    Disputa pelo mesmo fator biótipo em um ecossistema, entre indivíduos que compõem a biocenose. A competição é tanto mais importante quanto mais escasso o fator; e se o fator não existir em quantidade satisfatória para todos, o mais apto obtém-nos e afasta daquele biótipo o menos apto, que não consegue sobreviver na ausência do fator que ele não foi capaz de obter.

Fórum

Tire suas dúvidas e ajude outras pessoas no CIMM:

Faça uma pergunta