Renault-Nissan vai montar centro de pesquisas no Brasil

A concorrência para receber o centro está entre Rio de Janeiro e São Paulo

O presidente do Grupo Renault-Nissan, Carlos Ghosn, afirmou nesta segunda-feira (26) que a companhia irá construir um centro de pesquisas no Brasil. "Tem uma competição entre Rio e São Paulo", disse o executivo, ao apresentar palestra na PUC-Rio.

O executivo disse que São Paulo tem um histórico maior de centros de pesquisa e ponderou que o Rio tem crescido nesse sentido e que já tem exemplos importantes em construção e em operação. "Em breve vamos anunciar o resultado dessa concorrência", disse.
 
Ghosn afirmou que a construção de um centro de pesquisas é muito importante para o desenvolvimento dos negócios da companhia no país. Segundo ele, também está prevista a construção de um centro de engenharia, com um ambiente para facilitar o contato com fornecedores e a solução de problemas técnicos.
 
"Queremos tratar todas as questões localmente", disse o executivo. Ghosn não quis informar prazos para a construção do centro de pesquisas e do centro de engenharia e também preferiu não falar em valores de investimento.
 
Atualmente, o grupo está construindo uma fábrica no município de Resende, no Estado do Rio de Janeiro, com investimentos de R$ 2,6 bilhões, cuja operação deve começar em 2014, com capacidade para produção de 200 mil carros por ano.
 
Marta Nogueira/ Valor Econômico
Tópicos:
                          



Comentários