China fecha fábricas poluidoras

A China, ameaçada pelo embaraço de perder uma meta ambiental, ordenou que milhares de empresas fechem plantas de alta poluição.O governo havia se comprometido a cortar o consumo de energia do país por unidade do PIB em 20% entre 2006 e 2010. Dados oficiais sugerem que a meta não será cumprida.

"Este é um gesto para mostrar que o país está fazendo o que pode para manter seu compromisso", diz Andy Xie, um economista independente baseado em Xangai, segundo a France Presse. O governo ordenou esta semana a 2087 empresas produtoras de aço, carvão, alumínio, vidro e outros materiais que fechassem suas plantas obsoletas até o final de setembro, ou que corram o risco de ter seus ativos congelados e a eletricidade cortada.

Autoridades da província de Anhui, no leste do país, já cortaram a eletricidade de mais de 500 fábricas por um mês depois de elas não cumprirem seus cortes de emissões.

O governo chinês destinou U$ 738 bilhões para investimento em energia limpa na próxima década e pretende até 2020 ter 15% de sua energia vinda de fontes renováveis.

Tópicos:



Comentários