Unicamp assina convênio de criação do Parque Tecnológico

Fonte: Gazeta de Limeira - 09/05/2007

O reitor da Unicamp, José Tadeu Jorge, assinou o convênio que firma a parceria entre a Prefeitura e universidade para a criação do Parque Tecnológico de Limeira, em área de mais de 42 mil m2, às margens da SP-348/Rodovia dos Bandeirantes. Com o ato, a Unicamp já iniciou estudos para o projeto.

A reportagem apurou, com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento, que a universidade começou a estudar o foco que o Parque Tecnológico terá. Para isso, estão sendo observadas as principais características econômicas do município, para enquadrar os tipos de pesquisas que poderão ser desenvolvidas e os ramos industriais que podem se adequar no Distrito Industrial “Sebastião Fumagalli”, que fica em anexo.
A assinatura do convênio abre campo para o projeto se firmar, após permanecer nove meses sob um protocolo de intenções. Durante este tempo, avançou-se apenas a parte técnica, a cargo do gerente da Incubadora de Empresas, Wladimir dos Santos, e a orçamentária. Agora, a Prefeitura busca parcerias para apressar o andamento.
No mês passado, o prefeito Sílvio Félix (PDT) esteve em Brasília e pediu apoio financeiro para o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT). Além da ajuda federal, a Prefeitura quer fazer parcerias com instituições públicas e privadas, que se informam no MCT antes de efetuar novos investimentos. O prefeito pediu para que o Ministério indique Limeira como potencial negociadora com investidores.

Etapas Demoradas

Segundo Wladimir, as etapas do projeto, como a transferência da Incubadora de Empresas, hoje no Jardim Olga Veroni, para a área do Parque Nossa Senhora das Dores, exigem tempo - a previsão inicial é de dois anos. “Cada processo está sendo trabalhado e agora a Unicamp deverá atuar também”, afirmou.
O pedido de ajuda de Félix em Brasília integra o planejamento da Prefeitura em buscar o maior número possível de parceiros para atuar nos projetos do Parque, tido pelo governo como um futuro pólo de atração de empregos em novos setores, já que a Unicamp tem como um dos objetivos na parceria fazer do Parque uma extensão prática de suas pesquisas.
Na semana passada, representantes da Prefeitura estiveram em Campinas para discutir ações do projeto, entre elas a definição de um banco parceiro que teria uma agência dentro da área do Parque. Nesta mesma reunião, a Prefeitura mostrou os projetos do convênio para atrair uma empresa que demonstrou interesse em se instalar no município.(RS)
Tópicos:



Comentários