Colunista chama biocombustíveis de fraude

Em artigo publicado no jornal britânico The Guardian, o jornalista e ativista ambiental George Monbiot afirma que utilizar biocombustíveis - como o etanol - para combater o aquecimento global "é uma fraude".

Fonte: Jornal do Meio Ambiente (www.jornaldomeioambiente.com.br) - 30/03/2007

Em artigo publicado nesta terça-feira no jornal britânico The Guardian, o jornalista e ativista ambiental George Monbiot afirma que utilizar biocombustíveis - como o etanol - para combater o aquecimento global "é uma fraude".

"Se quisermos salvar o planeta, precisamos adiar por cinco anos os projetos em biocombustível", defende Monbiot, conhecido por suas posições contrárias à globalização.

Para o jornalista, os programas de incentivo "são uma fórmula para desastres ambientais e humanitários".

"Em 2004, eu alertava que biocombustíveis estabeleceriam uma competição entre os carros e as pessoas. As pessoas inevitavelmente perderiam: aqueles que podem pagar para dirigir são mais ricos que aqueles à beira da fome", escreve Monbiot.

Para o autor, o Brasil é um exemplo que ilustra o "impacto" de se transformar recursos naturais em combustíveis.

"Produtores de cana de açúcar estão avançando sobre o cerrado no Brasil, e plantadores de soja estão destruindo a floresta amazônica. Agora que o presidente (americano, George W.) Bush acabou de assinar um acordo de biocombustíveis com o presidente Lula, deve piorar".



Comentários