Montadora anuncia investimento de mais R$ 1,5 bilhão em Goiás

A montadora Caoa, fabricante e distribuidora das marcas Subaru, Hyundai e Chery no Brasil, anunciou, nesta segunda-feira (23), o investimento de R$ 1,5 bilhão para ampliação dos negócios da unidade fabril localizada no Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA), em Goiás. O montante será investido nos próximos cinco anos na unidade de Anapólis, onde são fabricados os modelos Tiggo, da Chery, e ix35 e New Tucson, da Hyundai, além da linha de montagem de caminhões de carga leve da Hyundai.

Somente a ampliação dos negócios da montadora deve gerar 27 mil empregos, 2 mil diretos e 25 mil indiretos, além de atrair empresas satélites quando a produção anual ultrapassar 100 mil unidades. Atualmente, a unidade tem capacidade de produção de 86 mil veículos por ano.

“Anápolis vai se transformar num parque industrial automobilístico. É esse o nosso sonho”, disse o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, durante visita à instalação da Caoa na tarde desta segunda-feira. Na ocasião, a montadora anunciou a aplicação de mais R$ 1,5 bilhão de investimentos na região, em um prazo de cinco anos, o que reforça projetos de expansão. “Temos um potencial de crescimento ímpar, uma logística diferenciada de outros Estados”, assegurou o governador. 

O presidente da Caoa, Mauro Correia, endossou a fala do governador sobre transformar Anápolis em um polo industrial automobilístico e argumentou que a estrutura já consolidada no município soma a favor do projeto como, por exemplo, a detenção da engenharia responsável pelo desenvolvimento de motores flex. “Goiás hoje tem, em Anápolis, o mais moderno centro de desenvolvimento de eficiência energética para motores do Brasil, que foi implementado por uma empresa nacional e que é gerenciado por goianos”, ressaltou. 

A expansão da Caoa em território goiano foi viabilizada pela reinserção do Centro-Oeste na política de incentivos fiscais para o setor automobilístico, a partir da Medida Provisória 987/2020. 


Continua depois da publicidade


Durante o evento, Correia também disse que a empresa pretende lançar dez novos carros no período dos investimentos, entre modelos novos e renovação dos atuais, introdução de tecnologias de eletrificação e a nova marca, de acordo com a Agência Estado. Segundo o executivo, diz a publicação, a montadora está em estágio “bem adiantado” no estudo de produção da nova marca.

O secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Adonídio Neto, disse que a consolidação de Anápolis como referência automobilística envolve as empresas que já estão estabelecidas, e que a ação é uma via de mão dupla, em que todos ganham. “Nos ajude a trazer os fornecedores para nosso Estado, para mais perto. Quanto mais a gente verticalizar a sua produção, mais vai gerar emprego e diminuir os custos logísticos”, afirmou à direção da Caoa. 




Comentários