Empresa têxtil investe R$ 100 milhões em fábrica em Bezerros

Chegada da fábrica na cidade deve gerar 545 novos postos de trabalho diretos

Uma fábrica da empresa cearense Nova Tecelagem e Fiação, do Grupo Santana Textiles, será instalada em Bezerros, no Agreste de Pernambuco. As obras devem começar em dezembro deste ano e o investimento é de R$ 100 milhões. A construção deve gerar ainda 545 novos postos de trabalho diretos. Na manhã desta sexta-feira (2), o governador Paulo Câmara (PSB) assinou um protocolo de intenções com a empresa no Palácio do Campo das Princesas.

O Governo do Estado concederá incentivo fiscal à Nova Tecelagem e Fiação, com crédito presumido equivalente a 90% do ICMS líquido a recolher nos próximos 12 anos. Além disso, a empresa estará autorizada, durante seis meses, a terceirizar os serviços fora dos limites de Pernambuco.

Um cronograma foi estabelecido e a expectativa é de que em um ano já haja produção, com geração de empregos. "Temos uma produção de mais de R$ 5 bilhões de faturamento em toda a região, cerca de 250 mil empregos e mais de 40 municípios. Essa é uma oportunidade de emprego e renda para aquela região. O adensamento da cadeia, com a atração de indústrias como essa, faz com que o polo se consolide ainda mais", ressaltou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach.


Continua depois da publicidade


Para o governador, a chegada do empreendimento é importante para o desenvolvimento do Estado. "Mesmo em um momento de crise, Pernambuco continua a atrair empresas. Já são 60 este ano e esperamos continuar a fazer muito mais para ajudar o Brasil a sair desse momento tão difícil", destacou Paulo Câmara.

Estiveram na solenidade o prefeito de Bezerros, Breno Borba; o ex-prefeito do município e atual presidente da Arpe, Severino Otávio (Branquinho); o diretor-presidente da AD Diper, Roberto Abreu; o presidente da CPRH, Djalma Paes; o presidente da Nova Tecelagem e Fiação, Valdemar Loureiro; o procurador da Nova Tecelagem e Fiação, Raimundo Delfino, e outras autoridades.

Produção

Até o fim de 2021, a produção mensal da fábrica será de 1.200.000 metros de tecido Denim e 700 mil quilos de fios. Esses itens são aplicados na produção de malharia (cotton, meia malha, pique, ribana, meias, moletons, entre outros) e tecelagem (artigos para cama, mesa e banho).




Comentários