NASA escolhe estufa para alimentar astronautas em Marte

A estufa Demetra foi projetada para alimentar quatro astronautas em uma missão de 600 dias a Marte.

Produzir alimentos no espaço

Esta estufa poderá um dia se tornar a base de fazendas espaciais em bases na Lua, em Marte, ou mesmo no interior de naves espaciais de longo alcance.

Ela foi a vencedora de um concurso promovido pela NASA, chamado "Desafio Grandes Ideias", que busca soluções inovadoras para viabilizar a exploração espacial de longo prazo.

A estufa foi batizada de Demeter - Demetra, na mitologia grega, é a deusa da colheita e da agricultura.

A fazenda espacial é capaz de cultivar oito plantas alimentícias - couve, soja, batata-doce, batata, brócolis, morango, trigo e junça, uma planta que produz um tubérculo conhecido como chufa, que tem um sabor parecido com o das nozes.

O sistema hidropônico rotativo foi projetado para fornecer alimento suficiente para uma tripulação de quatro pessoas em uma missão de 600 dias - a Marte, por exemplo.

Os membros da equipe vencedora, ligados à Universidade Darmouth, nos EUA, agora vão passar um período nos laboratórios e oficinas da NASA para transferir a tecnologia.

"A equipe de Dartmouth usou engenharia de sistemas de alto nível em todo o projeto. Tudo foi apresentado de uma maneira muito crível. O design parece muito eficaz para o que precisa fazer e também tem um bom potencial para recreação. Eu achei que, no geral, está muito bem feito," disse Kevin Kempton, da NASA.




Comentários