Plataforma 3DExperience em Nuvem da Dassault Systèmes é escolhida pela Universidade de Reutlingen para preparar estudantes para Indústria 4.0

Alunos da “Fábrica de Aprendizagem” da universidade alemã vivenciam a transformação digital de processos industriais e de logística.

A Dassault Systèmes, a empresa 3DExperience, produtora mundial de software de projetos 3D, 3D Digital Mock Up e Product Lifecycle Management (PLM), anuncia que a Universidade de Reutlingen, na Alemanha, selecionou a plataforma 3DExperience em Nuvem para implantar práticas de ensino, aprendizagem e pesquisa que ajudarão estudantes a dominar as tendências da Indústria 4.0 e a se preparar melhor para suas futuras carreiras.

A Universidade de Reutlingen está utilizando a plataforma em sua “Logistics Learning Factory” (Fábrica de Aprendizagem de Logística), um ambiente de aprendizagem e pesquisa realista instalado no campus da instituição e centrado em processos de produção industrial e conceitos logísticos. No local, os alunos de Administração e Engenharia aprendem sobre o que é convergência de uma fábrica realmente inteligente e digital. Primeiro, eles podem usar a plataforma para desenvolver um produto inteligente ou uma aplicação e configurar uma linha de produção virtualmente. Em seguida, podem se dedicar à manufatura aditiva de componentes do produto, à sua fabricação e à montagem no ambiente de mundo real da Logistics Learning Factory.


Continua depois da publicidade


Com fortes relações com o setor industrial e comercial, a Universidade de Reutlingen oferece programas acadêmicos internacionais a 6.000 alunos e figura entre as mais bem avaliadas em rankings há anos. Seu objetivo é agregar experiências de aprendizagem aplicada à sua Logistics Learning Factory no contexto da Indústria 4.0, uma nova era de produção industrial inteligente em que temas como Internet das Coisas (IoT), robótica, Big Data, segurança cibernética e outros conceitos digitais estão transformando as fábricas.

Por meio da plataforma 3DExperience em Nuvem, os estudantes podem conhecer em primeira mão os aplicativos de design de produto, manufatura digital, simulação realística e inovação colaborativa utilizados por empresas industriais para experimentar virtualmente o design de produto, engenharia e fabricação. A plataforma oferece fácil implantação, manutenção e acesso com segurança de dados a qualquer momento, em qualquer lugar. Docentes universitários, professores e estudantes poupam tempo e reduzem suas cargas de trabalho, além disso, professores podem monitorar projetos, gerenciar a maturidade das ideias e dar notas remotamente.

“Nosso objetivo é aplicar uma abordagem mais holística às palestras de engenharia industrial avançada e aos projetos dos estudantes nas áreas de engenharia digital, produção inteligente e logística, bem como melhorar a colaboração entre os alunos”, diz Vera Hummel, Professora de Engenharia Industrial, Procurement e Produção Logística da ESB Business School, da Universidade de Reutlingen. “A plataforma 3DExperience da Dassault Systèmes permite que ajudemos os estudantes a construir conhecimento e expertise para os novos processos industriais que estarão no foco de seus futuros empregadores. Somos especialmente gratos à CENIT AG, parceira bem estabelecida da Dassault Systèmes, e a dois especialistas do escritório da Dassault Systèmes em Stuttgart que nos orientaram muito profissionalmente na decisão da implantação.”

“Da mesma forma que a plataforma 3DExperience em Nuvem ajudou a indústria a transformar a maneira como os produtos são projetados e desenvolvidos, ela pode atender às necessidades das universidades de transformar a experiência de ensino, aprendizagem e desenvolvimento de soluções”, afirma Philippe Forestier, Vice-Presidente Executivo de Assuntos Globais e Comunidades da Dassault Systèmes. “A Logistics Learning Factory da Universidade de Reutlingen é o primeiro ambiente de aprendizagem e pesquisa de uma universidade alemã a adotar a plataforma 3DExperience em Nuvem com o objetivo de alinhar as habilidades de futuros engenheiros às mais recentes tendências da indústria.”

Tópicos:



Comentários