CUT apoia Abimaq na implantação do Inovar-Máquinas

A proposta foi aprovada em seminário sobre o setor de bens de capital e máquinas agrícolas.

A Abimaq, que vem trabalhando no programa Inovar-Máquinas há mais de três meses, ganhou o apoio da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT) para levar o projeto ao governo. A proposta foi aprovada no dia 6 de novembro, ao final do Seminário Nacional sobre o setor de Bens de Capital e Máquinas Agrícolas, promovido pela CNM/CUT.
 
O encontro, que ocorreu na sede da Confederação, em São Bernardo do Campo (SP), reuniu dirigentes sindicais metalúrgicos de todo o país e teve painéis com representantes dos empresários e do governo.
 
O Inovar-Máquinas tem com objetivo modernizar o parque fabril brasileiro, estimular a produção nacional e garantir empregos. Carlos Pastoriza, diretor secretário da Abimaq, que representou a entidade no encontro com a CUT, disse que na Alemanha as indústrias renovam seu maquinário a cada cinco anos, enquanto no Brasil, isto é feito a cada 17 anos.
 
Segundo o presidente da Abimaq, Luiz Aubert Neto, o programa também como tem meta reverter a tendência de desindustrialização do setor de máquinas e equipamentos. "Será uma forma inteligente de aumentar o consumo de máquinas", afirmou. 
Tópicos:



Comentários