Potencializando o Processo de Desenvolvimento

Tecnologias de simulação consolidando o processo de desenvolvimento

Caros amigos do Portal CIMM, que bom estar de volta com os artigos, desculpe a ausência pois estive em um processo de mudança profissional. Bom, mas isso não é importante aqui.

Gostaria de falar com vocês sobre tecnologias que estão disponíveis para a indústria e que muitas vezes não são adotadas por falta de informação sobre como aplicá-las corretamente.

Neste artigo, quero falar especificamente das tecnologias de simulação computacional, tanto as que envolvem a tecnologia de EF (elementos finitos) como as que não são dependentes desta característica.

As ferramentas de simulação computacionais, também conhecidas como ferramentas CAE (Computer-aided Engineering) tem como objetivo avaliar componentes e produtos em eventos onde os protótipos são caros ou impossíveis de se prototipar (produtos únicos como, por exemplo, maquinas que serão produzidas apenas uma unidade) ou processos empíricos onde não é possível fazer cálculos analíticos.

Processo como conformação de chapas finas, conformação a quente de chapas grossas, forjaria, soldas (tensões residuais, alteração de características de material, empenamento) análise acústica, impressão 3D de plástico e metais, e as tradicionais análises estáticas, dinâmicas, modais, flambagem e fadiga, passaram a ser tecnologias de acesso rápido, relativamente barato e com valor agregado ao desenvolvimento de produtos.

Da mesma forma que as empresas possuem um processo de maturidade no desenvolvimento de produto, isso pode ser aplicado à adoção de tecnologias de simulação, de forma gradual e consolidada. ( figura 1)

figura 1

Tendo isso em mente as pessoas que fazem parte do processo decisório de tecnologia precisam focar nas iniciativas de negócio das empresas, como atingi-las e transformá-las em ações efetivas no processo de desenvolvimento e, assim, tomar decisões de transformação.

Não tenha dúvidas que as ferramentas de CAE hoje em dia podem ser de fácil acesso, com custo acessível, com resultados a curto prazo e de grande valor agregado ao seu processo.

As informações e opiniões veiculadas nesse artigo são de responsabilidade exclusiva do autor e não representam a opinião do Grupo CIMM.
Mauro

Mauro Duarte G. Santos

Engenheiro Mecânico formado na UNESP em 1995, pós-graduação em administração industrial e gestão de projetos pela Fundação Vanzolini. Atua no mercado de CAD/CAE/CAM/PLM há 17 anos. Atualmente MSC Software e antes disso na PTC (16 anos), SDRC(2 anos)(Grupo Siemens) e como Eng Projetista (2 anos) com usuario de CAD e CAE


Mais artigos de Mauro Duarte G. Santos

Comentários