Medium_3e2436b
Guilherme Alfredo Kastner    |   26/08/2016   |   Projeto Descomplicado   |  

Criando padrões de Engenharia – Parte 2: Códigos 1

Senhores,

Conforme anunciado no post anterior, vamos abordar as principais dificuldades das equipes de engenharia. Um dos tópicos mais importantes é o método de nomenclatura dos arquivos.

Com a popularização de sistemas de projetos baseados em arquivos associados, como o SolidWorks, Autodesk Inventor ou Solid Edge, o nome dos arquivos passou a ter um impacto significante. Ao criarmos um equipamento, normalmente, cada peça é um arquivo vinculado a um arquivo principal.

Com isso, surgem diversas dificuldades como:

•    O arquivo não pode ser renomeado – os vínculos são quebrados e o sistema para de localizar o componente inserido em um arquivo referenciado;
•    Mudanças de local de armazenamento dos arquivos podem ser traumáticas;
•    Arquivos com nomes repetidos podem comprometer o funcionamento dos projetos, mesmo com arquivos de nomes iguais em locais diferentes

Os problemas listados nos tópicos acima são genéricos e não específicos a uma solução de projeto tridimensional, como mencionei anteriormente. O que todos têm de pensar é como garantir que uma equipe tome decisões corretas.

O que deve ser realmente evitado?

Um dos principais problemas em qualquer projeto é a falta de critérios em nomes, principalmente quando se parte para a adoção de descritivos. Querem um exemplo?

Em uma máquina padrão de um determinado tamanho, pode ter eixos e chapas da estrutura. Com isso, pode-se cair na ingenuidade de nomearmos os arquivos como eixo 1, eixo 2, eixo 3, chapa estrutura 1, chapa estrutura 2.

Novamente, observem que os nomes dos arquivos são muito genéricos, isso é um problema, uma vez que eu possa vir a reaproveitar um projeto e vir a criar outro similar. O que poderá ser observada é a existência de peças com grandes chances de possuírem duplicidade de nomes.

Quais os problemas disso?

•    Ao recebermos uma ordem de alteração de um determinado componente como localizamos ele facilmente? – Lembro que via explorador de arquivos dos sistemas operacionais, apenas pesquisamos arquivos por seus nomes, não é simples realizar pesquisas por descritivos internos nos arquivos.
•    Problemas nos sistemas de projeto – muitos softwares CAD apresentam problemas com nomes de arquivos repetido mesmo que os mesmos estejam alocados em pastas diferentes. Muitas vezes nos deparamos com erros de reconstrução de geometria dos programas CAD e não nos atentamos que o fato pode estar relacionado a abertura da referência errada.


Continua depois da publicidade


Os dois pilares acima demonstram as principais causas técnicas para pensarmos em um planejamento mais criterioso. Nas próximas semanas estaremos comparando os métodos de codificação mais adotados pelas engenharias que já visitei e tirando as nossas próprias conclusões.

Sds,

Kastner

As informações e opiniões veiculadas nesse artigo são de responsabilidade exclusiva do autor e não representam a opinião do Grupo CIMM.
3e2436b

Guilherme Alfredo Kastner

Técnico de aplicações da SKA Automação de Engenharias desde setembro de 2004. Trabalhou com diversas Soluções Autodesk, SolidWorks. Nos últimos anos o trabalho tem sido focado na melhoria da comunicação das engenharias com os seus clientes dentro das corporações como a fábrica, administrativo e outros setores.


Mais artigos de Guilherme Alfredo Kastner

Últimas perguntas no fórum

Tire suas dúvidas com a comunidade CIMM

Comentários