Medium_3e2436b
  |   24/06/2016   |   Projeto Descomplicado   |  

Colaboração entre equipes - Parte 1

Senhores, 

Com o passar dos anos, empresas globalizadas e com múltiplos times de projetos passaram a ser o padrão no mundo. É muito comum encontrarmos uma filial de uma multinacional alemã instalada no interior de Santa Catarina ou uma empresa nórdica com escritórios na Ásia e nas Américas. 

Antes as empresas não se comunicavam, com o surgimento de meios de comunicação, básicos projetos começaram a circular entre elas, posteriormente a internet surge e muda o jogo completamente. 

Essa série será dividia em quatro posts que serão publicadas nas próximas semanas. 

A vida como ela era 

Lembro que na metade do século passado e no começo deste, foi vivenciada a explosão de uma mudança estratégica nas corporações, a horizontalização do processo produtivo. Com isso, a colaboração sai de uma empresa e passa a tocar o mercado como um todo. Não existe mais espaço no mercado para uma fábrica de automóveis investir na fabricação de borracha, como foi o caso da Ford no século passado. 

http://www2.uol.com.br/historiaviva/reportagens/ford_na_amazonia.html 
https://pt.wikipedia.org/wiki/Fordl%C3%A2ndia 

Hoje, as empresas colaboram e procuram os seus fornecedores montando uma cadeia de fornecedores, uma Supply Chain. 

Conforme visto, cada empresa tem a sua hora de atuar no processo, enquanto na faculdade foi me dito o seguinte: 
Todos estamos em uma cadeia de fornecedores em um projeto mais ou menos horizontal, temos de saber o quão horizontal ela é e o estágio dela onde nos encontramos. 

O avô da comunicação colaborativa 

Como dependemos de outras empresas, precisamos nos comunicar de forma rápida e confiável. A primeira ferramenta que surgiu com essa finalidade com o advento da internet foi o serviço de correio eletrônico, o famoso e-mail. Quanto mais a internet evoluía em serviços e velocidade, mais arquivos passamos a enviar aos nossos fornecedores, né? 

O e-mail parece algo que sempre existiu... como se nos acompanhasse por toda a história da humanidade, mas nem sempre foi assim, conforme vocês podem averiguar nesse link. Será importante ler isso, principalmente se você nasceu nas proximidades dos anos 2000. 

O mundo evoluía em paralelo 

Uma vez que sistemas de projeto como o SolidWorks, somados a horizontalização dos processos produtivos e o advento da informática, se tornava massivo, novos meios de comunicação se tornaram necessários. 

Vamos a alguns exemplos de distribuição de processos que demandam uma comunicação ágil entre os envolvidos na cadeia produtiva: 

Fabricantes de máquinas: 
Corte e usinagem externa 
Projetos de itens relacionados ao projeto como eletrônica, pneumática, automação 
Montagens ou assistência técnicas descentralizados 
Fabricantes de veículos 
Projeto descentralizado 

O importante, nem sempre estamos falando em uma empresa muito grande, com um sistema robusto de comunicação.

Existem empresas de projetos com uma equipe menor que 10 pessoas e necessitava se comunicar com os seus fornecedores.  

Uma vez que os e-mails sempre tiveram limitação de tamanho do anexo, passou-se a utilizar ferramentas de protocolo de transferências de arquivos, os FTP’s. O problema é que nem todos eram aptos a utilizar esses recursos por limitações técnicas ou capacidade operacional. 

A partir disso, passara a existir mais ferramentas de colaboração Web, vou listar algumas: 

O falecido Rapidshare (vá em paz irmão) 
4shared, é velho mas tem gente que usa 
Skydrive agora se chamando Onedrive, da Microsoft e integrado ao Windows 10, o atual sistema operacional da empresa. 
Google drive, o caçula do mercado atual e preferido no meio universitário 
Dropbox, o mais antigo de todas as ferramentas com módulo integrado a pastas do Windows. 

Funcionamento básico 

Vejam abaixo que de uma maneira muito simples conto com os meus arquivos armazenados localmente, compartilhados facilmente com outros usuários e ou disponíveis em uma interface web. 

Essa se trata da interface local de trabalho, onde nossos arquivos são armazenados e trabalha-se como sempre foi em um ambiente com Windows, abrindo e salvando arquivos. Observar na imagem abaixo que se trata apenas do Windows Explorer com funcionalidade de compartilhamento online. 

Abaixo, segue outra imagem onde se exibirá uma imagem em que os arquivos são preparados para serem compartilhados com outras pessoas através da interface Web. 

Com a devida permissão, qualquer pessoa poderá acessar os arquivos. 

Com isso, a tecnologia atual deixa qualquer pessoa com uma ferramenta de compartilhamento de arquivos, sem a necessidade de unidades físicas ou trocas de e-mails. Mas, se e-mails forem o caso, vou expor a vocês com uma funcionalidade do outlook. 

Como vocês forem vendo, mesmo para empresas pequenas e com uma infraestrutura limitada, novas ferramentas de compartilhamento estão surgindo. Nos próximos artigos estarei dando continuidade ao tema, falando de ferramentas para grandes corporações e em como se comunicar com as suas unidades. 

Sds, 
Kastner 

Conecte-se pelo meu linkedin.

As informações e opiniões veiculadas nesse artigo são de responsabilidade exclusiva do autor e não representam a opinião do Grupo CIMM.
3e2436b

Guilherme Alfredo Kastner

Técnico de aplicações da SKA Automação de Engenharias desde setembro de 2004. Trabalhou com diversas Soluções Autodesk, SolidWorks. Nos últimos anos o trabalho tem sido focado na melhoria da comunicação das engenharias com os seus clientes dentro das corporações como a fábrica, administrativo e outros setores.


Mais artigos de Guilherme Alfredo Kastner

Últimas perguntas no fórum

Tire suas dúvidas com a comunidade CIMM

Comentários