por Carlos Eduardo Bleinroth    |   26/08/2015

Fatores que afetam a produtividade das empresas - Artigo 02

Descrição de fatores que podem aumentar a produtividade de uma empresa.

Dando continuidade ao artigo anterior (Produtividade x Produção - Artigo 01), onde foi definida a produtividade como sendo a relação existente entre o quanto se produz e a utilização dos recursos disponíveis, escrevo este segundo artigo descrevendo, de forma mais detalhada, alguns dos principais fatores que afetam a produtividade de uma empresa.

Mão-de-obra

Manter a equipe de colaboradores bem treinada e motivada é essencial para ter uma boa produtividade nas empresas! O “efeito da aprendizagem” é uma das principais conseqüências do trabalho continuado. Através da implantação de metodologias específicas podemos alcançar o entrosamento da equipe, bem como uma supervisão mais eficaz.

A motivação dos colaboradores também é importante, pois pessoas motivadas produzem mais. A busca constante de fatores motivadores da equipe é uma exigência atual para os lideres e chefes de produção.

A boa utilização do horário disponível de trabalho é fundamental para se alcançar aumentos de produtividade. Devem-se evitar as paradas que quebram o ritmo da produção bem como as paradas desnecessárias.

Metodologia de trabalho utilizada

Quando a empresa produz respondendo somente a demanda gerada pelas vendas, corre o risco de sua capacidade produtiva, em alguns momentos, ficar ociosa e, em outros, apresentar gargalos, gerando paradas desnecessárias e penalizando a logística de produção.

Existem empresas que trabalham utilizando toda a sua capacidade produtiva mesmo quando a demanda é baixa, gerando estoques em processo e por conseqüência aumentando consideráveis de custos.

Trabalhando com metas: Quando a empresa conhece a sua demanda e a sua capacidade produtiva, pode determinar metas para a produção. Atingindo estas metas, a empresa melhora a sua produtividade, pois trabalha num ritmo “ideal” de produção, dispondo do tempo ocioso, caso este exista, utilizando-o da melhor forma possível para aplicação de treinamento dos colaboradores, manutenção preventiva das máquinas, banco de horas, etc..


Continua depois da publicidade


Layout de chão de fábrica e ferramentas

A disposição adequada de máquinas e de bancadas de trabalho é muito importante para a otimização da produtividade. Um arranjo bem feito pode evitar “cruzamentos” de processos e produtos, minimizando os tempos de transporte interno, bem como os esforços físicos dos trabalhadores e os acidentes provenientes da movimentação de produtos e insumos.

A utilização de ferramentas adequadas ao processo produtivo pode aumentar a sua eficiência e eficácia, maximizando o desempenho da mão-de-obra.

A escolha de como montar sua linha de produção pode ajudar no aumento da produtividade. Caso não seja possível montar linhas seriadas em todo o processo, tente, pelo menos, seriar algumas etapas. A utilização de pulmões (“estoques estratégicos”) na linha de produção pode ajudar a identificar gargalos na produção.

Práticas gerenciais de controle

O uso da tecnologia no gerenciamento de empresas é uma realidade e quem não acompanhar esta tendência estará perdendo tempo e dinheiro. A informação rápida e correta pode ser um diferencial para enfrentar a concorrência.

Um controle de estoque eficiente pode reduzir os atrasos na entrega de produtos acabados e auxiliar numa melhor negociação com os seus fornecedores. Um sequenciamento otimizado do processo produtivo pode evitar desperdício de mão-de-obra e proporcionar a utilização ideal da matéria-prima.

O controle da produtividade é importante para sempre estar medindo o desempenho da sua empresa.

Neste sentido, o mercado oferece uma série de sistemas, denominados ERP´s, que possibilitam os controles necessários para todos os setores da sua empresa.

Utilização de insumos

Podemos aumentar a lucratividade da empresa de diversas formas, uma delas é através da utilização otimizada das matérias-primas.

Menos desperdício, utilização de sobras, lotes econômicos e tempos corretos de ressuprimento são sinônimos de redução de custos, o que pode deixar a empresa mais competitiva no mercado. Existem tecnologias e softwares que podem ajudar a sua empresa a conquistar esta condição.

Estrutura organizacional da empresa

A estrutura organizacional da empresa tem que estar bem definida, isto é, tem que haver um estudo detalhado para que as decisões não tenham que passar por muitos níveis, impedindo assim a agilidade da empresa.

Pessoas certas, em níveis bem definidos, devem ter autonomia para a tomada de decisões.

Uma hierarquia bem definida deixa sua empresa menos burocrática e com facilidade de acesso à informação.

Foram citados apenas 6 fatores, que estudados e otimizados, podem melhorar consideravelmente a produtividade de uma empresa, mas são inúmeros detalhes do dia-a-dia que observados, identificados os pontos restritivos e otimizados, que vão melhorar continuamente o desempenho  das pessoas e processos.

Baixe outros artigos sobre gestão da produtividade no link abaixo:

 
Temas que estarão no link acima:
1) Aumentar a produção significa aumentar a produtividade?
2) Como medir a produtividade em uma empresa
As informações e opiniões veiculadas nesse artigo são de responsabilidade exclusiva do autor e não representam a opinião do Grupo CIMM.

Carlos Eduardo Bleinroth

Perfil do autor

Gerente Comercial do Grupo CIMM.


Comentários