por Carlos Eduardo Bleinroth    |   09/07/2015

Produtividade x Produção

Muitos profissionais confundem aumento de produção com aumento de produtividade. Entenda a diferença.

Aumentar a produção significa aumentar a produtividade? Não. Muitos profissionais confundem aumento de produção com aumento de produtividade. Produzir mais não significa necessariamente, aumentar a produtividade da empresa. Em alguns casos ter maior produção pode ser um grande problema, pois a produtividade pode estar diminuindo consideravelmente. A má utilização dos recursos pode aumentar custos, diminuir margem de lucro e até mesmo contabilizar prejuízos.

Quando produzir mais, pode ser um problema

Um exemplo fácil e simples de entender é dobrar a produção adotando 2º turno de trabalho, mas se o processo produtivo da empresa já é ineficiente em turno normal, nada mais está ocorrendo do que dobrando a ineficiência em dois turnos. O que é pior no turno adicional são problemas extras como: custos trabalhistas, fadiga de funcionários em horário noturno, logística, problemas com vizinhanças - dependendo da localização da empresa -, entre outras variáveis.
Para aumentar a produtividade de forma efetiva e real é preciso aumentar a produção, utilizando os mesmos recursos produtivos, isto é: aumentar a produção no mesmo turno de trabalho, com o mesmo quadro de recursos humanos, utilizando as mesmas máquinas e etc.

Medidas para aumentar a produção

Antes mesmo de entender seus índices de produtividade, as empresas tendem a aumentar suas estruturas e recursos para atender demandas pontuais, com isso investem dinheiro, tempo e mão-de-obra que poderiam ser poupados se houvesse a otimização da estrutura e dos processos existentes, atendendo assim esta demanda, sem a aplicação de esforços e recursos desnecessários.

O aumento de produção pode ser conseguido de diversas maneiras, entre elas:
- Aumento no número de funcionários;
- Utilização de horas-extras;
- Utilização de segundo e terceiro turnos de trabalho;
- Compra de máquinas, etc;


Continua depois da publicidade


Medidas para aumentar a produtividade

A Produtividade está intimamente ligada a melhor ou pior utilização dos recursos produtivos disponíveis em uma empresa, entre eles: espaço físico, ferramentas, mão-de-obra, insumos, técnicas de gerenciamento, meio de transporte interno e externo, informatização, horário de trabalho e etc.

O aumento da Produtividade é conseqüência da utilização otimizada e integrada dos diversos fatores que contribuem na formação, movimentação e comercialização de um produto.
 
Destacam-se os seguintes fatores que afetam a produtividade:

- Recursos Humanos: Pode-se destacar o “Efeito da Aprendizagem”, a motivação e a adequada utilização dos horários de trabalho;
- Metodologia de trabalho utilizada: Ficar atento à demanda e a capacidade produtiva, utilização de metas na linha de produção;
- Layout de chão de fábrica e ferramentas: Eliminar cruzamento de processos e produtos, utilizar ferramentas adequadas ao processo de produção e montar linhas de produção mais enxutas;
- Práticas gerenciais de controle: Controle de estoque eficiente, sequenciamentos da produção otimizada, utilização de ferramentas (softwares) para controle da informação;
- Utilização de insumos: Menor desperdício de Matéria-Prima, utilização de lotes econômicos, tempos de produção corretos;
- Estrutura organizacional da empresa: Estrutura bem definida, evitar burocracia e ter agilidade na obtenção de informações.

Comercial x Capacidade Produtiva

Diferentemente da capacidade de produção de uma empresa manufatureira, que não tem grande flexibilidade para mudanças, o departamento de vendas é muito volátil. Campanhas de marketing e promoções podem dobrar ou triplicar o número de pedidos de uma hora para outra. E a produção como fica?

Capacidade de vendas e capacidade de produção, vivem uma relação de “amor e ódio”, o sucesso de um (vendas) é o inferno do outro (produção), olhando por outro ângulo, a ociosidade de um (produção) é o resultado do fracasso do outro (vendas). Essa linha tênue entre amor e ódio, pode se fortalecer se o planejamento é elaborado com todos os departamentos de uma empresa, pois, é claro, não podemos esquecer os impactos nos departamentos de expedição, compras, recursos humanos, financeiro entre outros.

Lembrando que aumento de capacidades produtivas envolvem contratações, treinamentos, postos de trabalho entre outros. Já diminuir consideravelmente capacidade produtiva envolve demissões, passivos trabalhistas e perde-se o efeito da aprendizagem. O ideal é ter um planejamento eficiente e eficaz, onde só haverá aumento de estrutura quando se esgotam todas as alternativas para melhorar a produtividade.

Baixe outros artigos sobre gestão da produtividade no link abaixo:
 
Temas que estarão no link acima:
1) Fatores que afetam a produtividade das empresas
2) Como medir a produtividade em uma empresa
As informações e opiniões veiculadas nesse artigo são de responsabilidade exclusiva do autor e não representam a opinião do Grupo CIMM.

Carlos Eduardo Bleinroth

Perfil do autor

Gerente Comercial do Grupo CIMM.


Comentários