PTC irá ampliar sua atuação no Brasil

PTC irá ampliar sua atuação no Brasil


Continua depois da publicidade


A PTC, especializada em soluções de TI para os setores corporativo e industrial, fechou o primeiro trimestre de seu ano fiscal 2013 (outubro, novembro e dezembro de 2012) com receita da ordem de US$ 321 milhões, correspondendo a crescimento de 2% em moeda constante em relação ao mesmo período do ano anterior. Para o segundo trimestre, é esperada uma receita da ordem de US$ 305 a US$ 325 milhões, e a estimativa para o ano de 2013 gira em torno de  US$ 1,34 bilhão.

No Brasil, a PTC vem ampliando sua carteira de clientes, principalmente no setor aeroespacial. Só neste ano, a empresa já fechou parceria com a Embraer e ampliou o contrato com a Eurocopter (leia mais aqui). Antes da parceria com a Embraer, o segmento aeroespacial e de defesa (A&D) já representava 10% do faturamento da PTC no Brasil.
 
Segundo o diretor da PTC para a América Latina, Helio Samora, as perspectivas da PTC são de crescimento acelerado em 2013. A empresa irá abrir um escritório em São José dos Campos (SP) e contratará 15 profissionais ainda neste ano. "A ideia é expandir a operação em São José dos Campos para atender também aos diversos clientes da região", explica o diretor.
 
Além do setor aeroespacial, a PTC terá como foco indústrias dos setores  de máquinas e equipamentos, óleo e gás e de produtos de consumo. A empresa espera ainda aumentar o número de soluções PLM comercializadas. "Mundialmente, no ano fiscal 2012 (encerrado em setembro de 2012), 45% do total das vendas correspondeu a soluções CAD, 45% PLM e 10% demais soluções. No Brasil, no mesmo período, tivemos 35% PLM e 65% CAD. Para o ano fiscal 2013 deveremos ter uma inversão desses percentuais", avalia Samora.
 
Além de multinacionais, como John Deere, Caterpillar, Volkswagen e Whirlpool, a PTC possui em seu rol de clientes grandes empresas brasileiras, como Petrobras, Odebrecht, Vale/VSE, DCTA, Randon e Tramontina. Atualmente, a empresa tem 1800 empresas brasileiras em sua carteira de clientes. 
 
 
Tópicos:
                 



Comentários