Ford desenvolve híbrido mais eficiente

Terceira geração da tecnologia utiliza bateria de lítio e traz redução de 30% no custo

A Ford anuncia o desenvolvimento de um sistema híbrido de terceira geração, mais leve, eficiente e com menor quantidade de metais raros. A tecnologia utiliza baterias de íons de lítio em substituição às de níquel metal. A novidade chegará ao mercado nos novos Fusion Hybrid e o C-MAX Hybrid, que serão lançados nos Estados Unidos ainda este ano. 

A montadora aponta que a mudança corresponde a uma economia de 227 mil quilos de metais raros por ano. Com isso, há redução de 30% no custo em relação aos modelos da primeira geração. O sistema é ainda 50% mais leve e até 30% menor, o que permitirá ampliar a economia de combustível, com automóveis que rodam em média 20 quilômetros por litro. 
 
Segundo a companhia, a tecnologia é resultado de 20 anos de pesquisa e desenvolvimento. O projeto integra a estratégia da empresa de triplicar a produção de carros elétricos e híbridos até o ano que vem.



Comentários