Rebaixos exigem mais de um tipo de fresa

Veja a classificação das fresas para engrenagens, roscas e rebaixos em superfícies

As fresas ferramentas rotativas para usinagem de materiais, constituídas por uma série de dentes e gumes, geralmente dispostos simetricamente em torno de um eixo. Os dentes e gumes removem o material da peça bruta de modo intermitente, transformando-a numa peça acabada, isto é, com a forma e dimensões desejadas. Confira a segunda parte da classificação das fresas de acordo com sua utilidade. A primeira parte pode ser acessada aqui.

Usinagem de engrenagens
Estas ferramentas, chamadas fresas de módulo, são aplicadas na abertura dos dentes de engrenagens. Na figura abaixo a fresa detalonada está executando a abertura de rasgos para formar uma engrenagem com dentes retos.

Usinagem de roscas
Estas ferramentas são aplicadas na abertura de roscas em parafusos e porcas. Na figura abaixo a fresa está executando a abertura de uma rosca em um parafuso.
Rebaixos em superfícies
Tem-se várias ferramentas que podem realizar rebaixos em superfícies de peças. O uso de cada tipo de ferramenta depende do tipo de operação de fresamento que se pretende realizar. Na figura abaixo, temos na mesma peça três ferramentas diferentes executando rebaixos em sua superfície. A ferramenta (a) é uma fresa cilíndrica tangencial, a (b) é uma fresa cilíndrico-frontal e a (c) é uma fresa de topo com haste cilíndrica.
Tópicos:



Comentários