FIEE reflete boa perspectiva do setor para 2011

A 26ª FIEE Elétrica (Feira Internacional da Indústria Elétrica, Energia e Automação) e a 6ª electronicAmericas (Feira Internacional de Componentes, Subconjuntos, Equipamentos para Produção de Componentes, Tecnologia Laser e ptoeletrônica) ocorrem simultaneamente de 28 de março a 1º de abril, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

A participação das cerca de mais de mil marcas expositoras, nacionais e internacionais, deve-se, além do retorno positivo na última edição, em 2009, à boa expectativa do setor para 2011. De acordo com pesquisa realizada pela organização, 94% dos expositores entrevistados ficaram satisfeitos com o evento há dois anos. Dentre os pontos que determinam a participação da empresa, estão: prospectar novos clientes, promover seus produtos e serviços ou mesmo a marca, exposição institucional e apresentar lançamentos.

Em relação ao desempenho do setor, a ABINEE (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletroeletrônica) divulgou que, em 2010, o faturamento do segmento cresceu 11% na comparação com 2009, totalizando R$ 124 bilhões. O número de empregados diretos passou de 160 mil, no final de 2009, para 175 mil funcionários, no final de 2010, com geração de 15 mil novos postos de trabalho. Para 2011, a previsão é de que o faturamento da indústria eletroeletrônica cresça 13% em relação a 2010, atingindo cerca de R$ 140 bilhões.

Em 2010, todas as áreas do setor eletroeletrônico apresentaram crescimento no faturamento, com exceção da área de telecomunicações (-9%). Já a área de informática, que cresceu 13% em 2010, continua amparada pelo bom desempenho da venda de PCs, que deverá atingir 14 milhões de unidades, superando em 17% o observado no ano passado (12 milhões). Na área de GTD (+14%), apesar do crescimento, surge a preocupação com a morosidade na aprovação das licenças ambientais de projetos como o de geração de energia elétrica do complexo Rio Madeira e na linha de Transmissão Tucuruí-Manaus, que podem atrasar investimentos.

Considerada a maior Feira do setor na América Latina, a FIEE Elétrica, junto à electronicAmericas, deve receber mais de 60 mil compradores qualificados interessados em conhecer as novidades do mercado, ampliar o networking e adquirir novos conhecimentos. "Em nossa última edição, 92% dos visitantes se mostraram satisfeitos com os eventos e 95% disseram ter interesse em participar da próxima edição. Por esse motivo estamos trabalhando ainda mais fortemente para garantir um evento excepcional não só aos visitantes como também aos nossos expositores", declara Hércules Ricco, Diretor de Feiras da promotora.

Organizadas pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, com apoio institucional da Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletroeletrônica), as Feiras devem ocupar 60 mil metros quadrados de exposição.




Comentários