Atenção à qualidade ao adquirir fluidos refrigerantes

Os prejuízos causados pelo uso de fluidos refrigerantes de má qualidade não compensam os baixos preços destes produtos. A Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação (Asbrav) alerta os usuários e empresas sobre a importância de se ficar atentos aos fluidos utilizados.

Estes fluidos são compostos químicos usados no ciclo térmico, e passam por mudanças de fases gerando o frio ou o calor nos equipamentos de ar condicionado e refrigeração. Além de danificar o equipamento e prejudicar o seu funcionamento, o uso de produtos indevidos também faz com que o consumidor perca a garantia do equipamento, pois os fabricantes conseguem rastrear e descobrir a composição dos fluidos utilizados. Neste caso a fábrica não se responsabiliza pelos danos causados.

Fluido refrigerante de má qualidadeSegundo Lucio Lopes, gerente de climatização do Hospital Unimed do Vale dos Sinos, associado à Asbrav, "conferir a procedência do produto, verificar quem está importando, entrar no site do fabricante e verificar a documentação são medidas essenciais para a compra do fluido adequado"

No Brasil, o mercado de vendas de fluidos de qualidade inferior e de origem desconhecida continua a crescer. A fiscalização que deveria controlar a entrada desses produtos no mercado brasileiro é insuficiente, por isso quem deve ser cuidadoso ao comprar o produto é o próprio consumidor. Com o material correto, o funcionamento do equipamento é garantido.

Outra consequência de impacto do uso de fluidos ilegais é o prejuízo ambiental, pois estes estão fora das especificações obrigatórias que tem o objetivo de minimizar os danos ao meio ambiente.

As principais dicas que devem ser seguidas ao comprar fluidos refrigerantes são: conferir a marca, a origem, características, composição e verificar se há danos no lacre ou nas etiquetas do produto.

Tópicos:



Comentários