Metalúrgicos aceitam proposta e encerram greve

Os metalúrgicos da Volkswagen e da Toyota aceitaram, em assembleia, as propostas das empresas e encerraram a greve. Na primeira, aparalisação teve início no sábado (18), na segunda, desde a quinta-feira (16).

Na Volkswagen, em São José dos Pinhais, Paraná, os colaboradores conseguiram reajuste salarial de 10,08% - sendo que 5,55% referem-se ao aumento real. A empresa pagará abono de R$ 4,2 mil aos metalúrgicos. Uma parcela do abono será paga em outubro e outra em novembro. Também haverá aumento no piso salarial de 10%. A proposta anterior era de 9% de reajuste salarial e R$ 2,2 mil de abono.

Já a Toyota, localizada em Indaiatuba, São Paulo, os trabalhadores aprovaram a proposta de reajuste de 10,5%, mais abono salarial de R$ 2,2 mil, com pagamento previsto para 20 de outubro. Os funcionários voltaram a trabalhar já no turno que começou às 17 horas de terça-feira (21). A Toyota tem cerca de 2 mil trabalhadores, segundo informações do Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas e Região.

Tópicos:



Comentários