Barco de luxo promete limpar água enquanto navega

Inspirado em um jardim e animais marinhos, projeto tem sistema para gerar mais energia do que consome

Fotos: Divulgação


O designer belga Vincent Callebaut, de 32 anos, acaba de divulgar o projeto de um luxuoso “barco verde”. Inspirado em um jardim e no animal marinho caravela-portuguesa, o Physalia é 100% auto-suficiente em energia, garante o designer.

“É um ecossistema reagindo ao meio ambiente, um fragmento real do planeta terra, um convite para fauna e flora fazerem uma bagunça na cidade”, define o arquiteto-poeta, acostumado a desenvolver ideias ecológicas.

Pelo projeto, o teto do barco é coberto de plantas e sensores para captação de energia solar. A energia destes sensores move as turbinas que ficam abaixo do barco e geram energia hidroelétrica. Ambos tipos de eletricidade são usados para mover o barco, que o arquiteto garante gerar mais energia do que consome.

A estrutura da parte de baixo da embarcação, que fica em contato com a água, ainda é recoberta com um elemento químico que, em reação com raios ultravioletas, eliminam parte dos poluentes deixados por combustíveis de outras embarcações.

Ainda não há previsão para a construção do projeto, mas a ideia do designer é que o luxuoso barco leve turistas em passeios por rios europeus.

Tópicos:



Comentários