Indústria consolida recuperação

Dados da CNI mostram recuperação de atividade

Fonte: Folha Online - 02/05/07

Os dados relativos ao desempenho da indústrias nos primeiros meses do ano mostram que o processo de recuperação de atividade já está consolidado. No entanto, as empresas estão insatisfeitas com as margens de lucro registradas, indica a Sondagem Industrial divulgada hoje pela CNI (Confederação Nacional da Indústria).

O indicador da evolução de produção do primeiro trimestre ficou em 51 pontos, contra 46,7 pontos do mesmo período do ano passado. Em relação trimestre anterior, que estava em 52,9 pontos, houve uma queda, mas esse recuo, no início do ano já era esperado, pois a atividade costuma ser mais intenso no final do ano.

Na Sondagem Industrial, valores acima de 50 pontos indicam expectativas positivas.

"A relativa estabilidade da produção no primeiro trimestre em comparação com o quarto trimestres do ano passado evidencia um bom momento para a atividade industrial. Por razões sazonais, esperava-se um indicador abaixo de 50 pontos. Verifica-se, assim, que o ritmo de crescimento da produção está aumentando", afirma o documento.

O boletim mostra que o processo de recuperação foi mais evidente nas grandes e médias empresas. Já para as pequenas, houve um pequeno recuo --46,2 pontos, contra 52,7 pontos do trimestre anterior. No entanto, a CNI ressalta que a intensidade dessa queda foi inferior à registrada nos primeiros trimestres de 2005 e 2006.

Em relação às condições financeiras das indústrias, o índice de satisfação com a margem de lucro ficou em 41,7 pontos. As empresas, principalmente as pequenas, reclamaram da dificuldade em relação ao acesso ao crédito.

Das pequenas, esse indicador recebeu uma avaliação de 43,1 pontos, ou seja, abaixo da linha de 50, indicando uma avaliação pessimista. Para as grandes, esse mesmo indicador teve uma avaliação de 50,5 pontos.
Tópicos:



Comentários