Controle energético foi diferencial para vencer o Desafio Solar Brasil

Fonte:CIMM, com informações do site Inova SC e do blog Barco Solar UFSC - 16/11/2009 Fotos: Divulgação

Equipe da UFSC é vencedora da competição de barcos movidos a energia solar, com o "Vento Sul"

Mesmo não oferecendo o curso de Engenharia Naval, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) ganhou o Desafio Solar Brasil, graças à telemetria. O Laboratório de Energia Solar (Labsolar) construiu o barco "Vento Sul" em duas semanas para competir em Parati (RJ) e ganhou na categoria "catamarã", como são chamados os barcos com dois cascos.

O Desafio Solar Brasil está em sua primeira edição, e é um rali de barcos movidos à energia solar, promovido pelo Pólo Náutico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O objetivo da competição é estimular o desenvolvimento de tecnologias para fontes limpas de energia e divulgar essas tecnologias para serem usadas em outras embarcações.

A equipe da UFSC terminou as provas 40 minutos antes do segundo colocado, Peixe Galo (do Projeto Grael de Niterói), mesmo sendo o barco mais pesado entre os participantes. Com o tamanho de 6m x 2,4 m, o triunfo do Vento Sul foi o sistema energético. O sistema de gerenciamento de energia desenvolvido pelos engenheiros eletricistas, fez relações entre o consumo energético do barco, a energia fornecida pelas placas solares, as condições climáticas do momento, e a posição do barco em relação à distância a ser percorrida, em tempo real via dados de satélite (GRPS).

Foram 10 equipes, com cerca de 12 pessoas cada, de universidades e organizações como o Instituto Grael. Com empolgação da vitória, a UFSC vai sediar a edição 2010, com o apoio do Iate Clube Veleiros da Ilha.

Para assistir à reportagem da TV Futura sobre o Desafio Solar Brasil, clique aqui.

Tópicos:
  



Comentários