Ônibus movidos a luz solar

O projeto de US$ 45 milhões terá uma frota inicial de 5 veículos com 25 a 40 assentos

Fonte: Jornal do Meio Ambiente - 23/04/2007

Uma empresa mexicana está desenvolvendo ônibus de até 40 passageiros que funcionam mediante o uso de energia solar, informou ontem Gustavo Putz, diretor geral da companhia de Nuevo León, do grupo MEN. Segundo ele, o projeto terá um custo aproximado de US$ 45 milhões e, na primeira etapa, a frota terá 5 veículos com 25 a 40 assentos.

"Estamos montando e desmontando os ônibus para realizar vários testes. Os veículos pesam 25 toneladas carregados, segundo nossos cálculos, mas precisamos lhes dar maior capacidade da bateria", disse.

O diretor reconheceu que seu principal desafio não é a função motriz dos ônibus, mas como freá-los. "Temos quase 26 metros de painel solar no teto, podemos fazer que os ônibus funcionem, mas agora precisamos ver como iremos fazer com que parem. O problema não é deixá-los andar a 80 km/h, pois isso já conseguimos, porém como pará-los (principalmente nas ladeiras) são complicações nas quais estamos trabalhando", afirmou.

Segundo informações do executivo, os ônibus deverão ter a capacidade para transportar entre 25 e 40 pessoas, cada uma com duas malas, e alcançarão até 85 km/h - mesmo com baterias deverão manter essa velocidade durante pelo menos 10 horas ou 500 km.

"Atualmente o uso de energia solar na indústria automotriz está muito limitado, já que os níveis de aproveitamento da captação e transformação da luz do sol são muito baixos", disse. "Mas essa tecnologia solar, feita por mexicanos, é a mais avançada do mundo, pois terá um alcance de 500 km com uma só carga de baterias", garantiu o executivo.

Os veículos terão todas a comodidades de um ônibus de luxo, com aparelho de televisão, radio, banheiro, ar-condicionado e calefação.

O empresário disse que várias corporações da Espanha solicitaram informações, prevendo a possibilidade de importar seus produtos, diante da preocupação com o meio ambiente e o desenvolvimento de combustíveis limpos. Putz assegurou que irá investir US$ 9,2 milhões em Nuevo León para abrir uma nova instalação dedicada à fabricação de veículos solares.

kicker: "Hoje o uso de energia solar na indústria automotriz está muito limitado, já que os níveis de aproveitamento da luz do sol são baixos".



Comentários