Nova frota de ônibus de Curitiba é menos poluente

Foto: Divulgação
Com a renovação da frota de ônibus, a Rede Integrada de Transporte de Curitiba (RIT) deixou de emitir para a atmosfera cerca de 2.787 toneladas de gases tóxicos, de 2005 a 2009. Nesse período, a frota recebeu 1.120 novos ônibus, com motores Euro 3, menos poluentes.

Desde 2005, 928 ônibus já foram substituídos por novos. Outros 192 entrarão em operação até o fim do ano. No período, também houve ampliação da frota, com mais 100 veículos.

A frota da RIT tem 1.910 ônibus. “Modernizando a nossa frota, também investimos na sustentabilidade do meio ambiente e na qualidade de vida para os curitibanos”, diz o prefeito Beto Richa.

Os novos ônibus têm motores eletrônicos Euro 3, tecnologia que reduz em 60% a emissão de poluentes resultantes da queima de combustível em relação aos motores da versão Euro 1.

Essa tecnologia impede a queima total do combustível; a tecnologia Euro 3 faz a queima quase completa do diesel e reduz à metade a sobra do material tóxico eliminado na forma de fumaça e fuligem.

Entre os gases tóxicos que sofreram redução na emissão para a atmosfera, estão monóxido de carbono, óxidos de nitrogênio, hidrocarbonetos totais e material particulado (mistura de poeiras e fumaça).
Tópicos:



Comentários