Alta demanda estimula importações argentinas

Fonte: Canal de Notícias - 19/04/2007

As importações argentinas de ferro e aço estão 12% mais altas esse ano, ouviu a Steel Business Briefing da associação local do aço, Cisider. De acordo com os números registrados pela associação, as importações do país chegaram a 201.707t no período de janeiro a fevereiro, contra as 180.012t importadas no mesmo período do ano passado.

Em cifras, as importações foram de USD190mi para USD252mi. Os produtos mais importados são ferro-gusa, aços semis e perfis.

A SBB apurou que essa alta nas importações está relacionada a um aumento na demanda doméstica por aço, que não está sendo totalmente suprida pela produção local. No primeiro trimestre de 2007 a produção de aço da Argentina caiu 9% num comparativo ano-a-ano.

As siderúrgicas brasileiras são as maiores beneficiadas, uma vez que o país é o maior fornecedor de aço da Argentina. Durante os meses de janeiro e fevereiro o Brasil vendeu 115.317t de ferro e aço para a Argentina.

A China, segundo maior fornecedor estrangeiro do país, foi responsável por 16.321t das importações argentinas nos dois primeiros meses de 2007. Atualmente, alguns traders argentinos estão renegociando seus contratos com as usinas chinesas após as mudanças estabelecidas pelo governo chinês em sua política de exportações, como já reportado pela SBB.

Tópicos:



Comentários