Rotoline espera crescer 19% este ano

Foto: Divulgação

O potencial industrial catarinense vem conquistando espaço no mercado externo e permitindo que empresas do estado tenham condições de competir fortemente com companhias internacionais. Este é o caso da Rotoline, de Chapecó, que fabrica máquinas de rotomoldagem. Hoje, a empresa está presente em mais de 20 países dos cinco continentes do planeta como Austrália, Estados Unidos, Canadá, México, Venezuela, Inglaterra, Irã, Nova Zelândia, Coréia e França e cerca de 85% da sua  produção vai para fora do Brasil.

“Nossos equipamentos são reconhecidos internacionalmente como máquinas de alto padrão de qualidade e tecnologia as quais atendem as normas de construção e qualidade, assim como, por suas certificações”, afirma o diretor geral, W.R De Luccas. Todos os equipamentos, softwares, dispositivos elétricos utilizados nas máquinas são de marcas internacionais, garantindo assim, qualidade reconhecida mundialmente.

Perspectivas de crescimento

A forte atuação nacional e internacional, tem garantido nos últimos cinco anos, segundo Luccas, uma média de crescimento de até 19%. E a previsão é de se manter no mesmo patamar. Para isso, a Rotoline investe em um novo modelo de máquina inédito, chamada de Rock and Roll. Um dos equipamentos já foi vendido para uma companhia inglesa. Quanto à área de marketing, são realizados investimentos em publicidade por meios especializados nacionais e internacionais na área de plástico.

Os planos de crescimento também envolvem a mudança para uma nova unidade, também localizada em Chapecó, com 14 mil metros quadrados de área. O projeto se encontra em construção e cinco mil metros já estão prontos.




Comentários