Skam: equip. para ambiente sujeito a explosão ganha selo do INMETRO


Em busca do aperfeiçoamento constante de seus produtos para oferecer maior qualidade e segurança aos clientes, a Skam, tradicional empresa fabricante de equipamentos para movimentação e armazenagem de materiais, obteve no início de 2008 a Certificação do INMETRO - Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial, para toda a linha de equipamentos EX à prova de explosão.

Trata-se de uma família composta por empilhadeiras, rebocadores, paleteiras e transpaleteiras que foi desenvolvida especificamente para ambientes críticos, onde são manuseados produtos inflamáveis e há risco de formação de atmosfera perigosa, decorrente de liberação de gases e vapores. Nesses locais, uma pequena faísca elétrica ocasionada pelo simples acionamento do motor de uma empilhadeira, por exemplo, pode provocar uma explosão e por isso requerem equipamentos especiais.

Na avaliação de Maks Behar, presidente da Skam, a certificação obtida é de grande importância, não apenas porque as normas ficaram mais rígidas a partir deste ano e o órgão emissor passou a ser o INMETRO, mas principalmente porque a empresa é hoje a única fabricante brasileira que oferece essa garantia para a linha completa de máquinas à prova de explosão. “Na verdade, a linha EX foi desenvolvida em 1983 e na época os equipamentos obtiveram certificados emitidos pelo IEE - Instituto de Eletrotécnica e Energia. No entanto, com a queda da demanda nos anos posteriores, esses certificados, que têm validade de dois anos, acabaram prescrevendo”, lembra Behar.

O engenheiro explica que a Skam decidiu focar esse segmento novamente porque verificou que havia uma tendência de reaquecimento do mercado. “O que nos estimulou foi o crescimento da procura por esse tipo de equipamento. E mesmo explicando aos clientes que os certificados não estavam atualizados, ainda assim eles adquiriram as máquinas, aceitando as nossas especificações”, detalha Behar.

Diante desse cenário, a Skam  contratou a empresa NCC Certificações do Brasil para orientá-la na condução dos trabalhos e reiniciou todo o processo de testes das máquinas para obter a nova certificação,  desta vez emitida pelo INMETRO. “Foram 10 meses de trabalho árduo junto às autarquias competentes para conquistarmos todos os certificados exigidos, os quais asseguram, para as empresas que encomendam e adquirem os equipamentos EX da Skam, que estes realmente são adequados para trabalhar em ambientes hostis e sujeitos à explosão”, justifica Behar.

O diretor-superintendente da Skam, Paulo Coggo, destaca que no passado os componentes eram certificados separadamente e não todo o conjunto. “O processo de certificação levou dois anos para ser concluído e conseguimos cumprir todas as exigências. Na verdade, não foram necessárias mudanças drásticas, mas apenas pequenos ajustes e nada que exigisse alteração da estrutura do equipamento ou da linha de montagem”, relata Coggo.

Luiz Gallo, gerente comercial da Skam, complementa lembrando que os equipamentos da linha EX são fabricados sob encomenda e contam com uma blindagem especial. “Os motores e o painel de comando são blindados para que possam ser acionados em áreas em que as substâncias inflamáveis estejam presentes e em concentrações suficientes para produzir misturas explosivas.

O chassi de cada máquina é revertido em todas as partes baixas com placas de bronze e latão, para evitar qualquer faísca no contato da máquina com a estrutura porta paletes, ou qualquer contato entre metais dentro do local de operação” justifica. A linha é ideal não apenas para áreas em que são armazenados líquidos inflamáveis e combustíveis, como também para ambientes abertos em que são feitas as transferências desses materiais para tanques ou barris.

Leia mais sobre a Skam no CIMM.




Comentários