Boeing e Alenia querem reciclar material de aeronaves


A Boeing e a Alenia Aeronáutica, uma empresa do grupo Finmeccanica, anunciaram que vão juntar forças para ajudar a estabelecer a primeira unidade industrial de reciclagem de material composto da Itália, localizada ao sul da Itália. Junto com seus parceiros - a Milled Carbon (sediado em Birmingham, Reino Unido), a Karborek (da cidade de Puglia, Itália), e a ENEA (Agência Nacional Italiana para a Tecnologia de Energia e Meio Ambiente) - as duas companhias assinaram uma carta de intenção para ampliar sua experiência e trabalhar para o melhoramento da indústria. Isto se dará pela pesquisa e conhecimento mais profundo sobre a reciclagem de algumas partes do avião em materiais reutilizáveis em sua fabricação. Termos financeiros do acordo não foram divulgados.

A unidade de reciclagem de material composto, que tem o início de suas operações previsto para meados de 2009, será estabelecida na região de Puglia, próximo ao Centro de Fabricação da Alenia Aeronáutica e de seu centro de produção de suprimentos. Quando a operação estiver estabelecida, espera-se que o centro processe uma média de 1.102 toneladas3/ano de fragmentos de material composto, gerando aproximadamente 75 empregos para a economia local.

Ao adotar seu uso na estrutura primária do 787 Dreamliner, a Boeing tornou-se a pioneira no uso de material composto nos aviões, e a Alenia, maior parceira no 787, apoiará o projeto ao compartilhar seu conhecimento e tecnologia de reciclagem e reuso de produtos fabricados em material composto. As duas companhias trabalharão juntas no processamento dos fragmentos de fibra de carbono de toda a produção da Alenia e de suas outras unidades envolvidas na cadeia de produção. Em longo prazo, Boeing e Alenia trabalharão muito próximos à indústria italiana e comunidade acadêmica para desenvolver novos mercados para a reutilização de fibra de carbono, tais nichos podem incluir o setor automotivo, engenharia civil e marítima, produtos esportivos e qualquer outra aplicação industrial possível na Itália e Europa.

"Os materiais compostos de alto valor são parte fundamental na criação de aeronaves mais leves, eficientes e verdes", explica Billy Glover, diretor-gerente de Estratégia Ambiental da Boeing. "Graças a este acordo, estamos desenvolvendo hoje as tecnologias capazes de nos permitir reciclar nossos preciosos recursos para o futuro, além de nos ajudar a aumentar a demanda por material composto de alta qualidade", conclui Glover.

Trabalhando em parceria com a Boeing, a Miled Carbon tem demonstrado a habilidade de, em sua unidade industrial-piloto, de processar partes curadas e não-curadas de carbono composto, gerando uma alimentação contínua capaz de extrair fibra de carbono de altíssima qualidade. O material reciclado tem potencial para ser usado em estruturas não-críticas, como revestimentos interiores, galleys e partes de assentos, ou na fabricação de ferramentas ultra-resistentes e mais leves.

A ENEA, instituto de pesquisa italiano, tem trabalhado com a Karborek para desenvolver tecnologias e processos para a reciclagem e recuperação de fibras de carbono e vidro dos materiais compostos. ENEA e Karborek têm desenvolvido protótipos, separadamente, com tecnologias complementares.

"A Alenia Aeronautica está muito ciente da importância dos produtos sustentáveis e do crescimento no uso de materiais compostos, logo, sabe também da importância da reciclagem de materiais", afirma o Chief Technology Officer (CTO) da Alenia, Nazario Cauceglia. "À luz desta questão, temos engajado organizações de pesquisa italianas e outras companhias para tornar este projeto realidade. É encorajador ver nossos parceiros tão avançados no desenvolvimento deste projeto", celebra Cauceglia.

Boeing e Milled Carbon são membros da Associação de Reciclagem de Frotas e Aeronaves (AFRA, do Inglês Aircraft Fleet Recycling Association), uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, dedicada ao desenvolvimento das melhores práticas para a reciclagem responsável, descarte e reaproveitamento de aeronaves e peças. A nova parceria já antecipou-se ao unir-se à AFRA, impulsionando a organização na criação de um bolsão para a área de reciclagem de material composto.

A Alenia Aeronáutica é a maior parceira da Boeing na produção do material composto da fuselagem do barril do Boeing 787 Dreamliner e de seu estabilizador horizontal.

A Unidade de Pesquisa & Desenvolvimento da Boeing - Itália (BR&DI) está estabelecida ao sul da Itália, desde o início de 2008. Sua missão básica é engajar indústrias italianas, comunidade acadêmica e centros de pesquisa e inovação tecnológica no crescimento industrial.

A Milled Carbon é a fornecedora das plantas para a unidade industrial nos processos de operação e reciclagem. A empresa tem trabalhado com a Boeing para desenvolver esta capacidade durante anos de desenvolvimento do programa-piloto de testes.

A Karborek, localizada em Lecce, extremo sul da Itália, está reunida com a Milled Carbon a fim de construir e operar a unidade de reciclagem de material composto.

A ENEA, maior instituto de pesquisa tecnológica para energia e meio ambiente da Itália, carrega uma extensa experiência nos processos de reciclagem.
Tópicos:



Comentários