FNMA comemora 19 anos como principal fundo de fomento ambiental


O Fundo Nacional do Meio Ambiente (FNMA) completou em 10 de julho 19 anos de existência. O principal fundo público de fomento ambiental do país lembrou a data comemorando a aplicação de mais de R$ 170 milhões em 1.300 projetos socioambientais por todo o País, no apoio à conservação e uso sustentável dos recursos naturais e às comunidades. "Ao longo desses 19 anos, o FNMA tem procurado, com insistência, viabilizar recursos, assistência técnica e um olhar integrado, solidário, onde os três entes da Federação possam trabalhar juntos, de forma correta", disse Elias Araújo, diretor do FNMA.

Entre as atividades que o Fundo tem aplicado recursos destacam-se a agrobiodiversidade, onde apóia a implementação de centros irradiadores de manejo, com a produção de variedades crioulas, estimulando a criação de bancos de sementes tradicionais e nativas de espécies madeiráveis, frutíferas e leguminosas. Na Política Nacional de Resíduos Sólidos fomentando, em conjunto com a Caixa Econômica Federal, a Gestão Integrada de Resíduos Sólidos e financiando a construção de aterros sanitários.

Na questão da produção familiar rural e gestão ambiental rural, a ênfase é o Pronaf, com formação de agentes multiplicadores e assistência técnica em extensão rural em atividades florestais. O objetivo é promover o aumento da capacidade produtiva sustentável, gerando emprego e melhoria de renda.

O Fundo apóia ainda o fortalecimento do Sisnama, como forma de garantir ações articuladas dos órgãos do Sistema Nacional do Meio Ambiente (Sisnama). O Fundo tem também como prioridade o fomento à gestão compartilhada dos fundos socioambientais brasileiros. O objetivo desse tipo de gestão é o fortalecimento dos processos de controle social exercido por colegiados, que devem participar da tomada de decisão a cerca da agenda de fomentos dos fundos públicos da área ambiental.
Tópicos:



Comentários