Concurso público da ANP vai oferecer 325 vagas


A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) publicou no dia 14/02 no Diário Oficial da União o edital de seu concurso público.

Serão oferecidas 325 vagas entre nível superior e técnico com remunerações entre R$ 2.122,09 e R$ 6.044,26. As inscrições vão de 20/02/2008 a 27/02/2008 na página da Cesgranrio na internet (www.cesgranrio.org.br) e nas agências dos Correios e Telégrafos das cidades onde serão aplicadas as provas: Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Paulo (SP) e Vitória (ES).

As 325 vagas são para nível superior e técnico. Serão 243 vagas para nível superior, assim divididas:


a) Especialista em Geologia e Geofísica do Petróleo e Gás Natural (11) - especialidades: Geologia (6), Geofísica (5).

b) Especialista em Regulação de Petróleo e Derivados, Álcool Combustível e Gás Natural (147) -- especialidades: Direito (8), Economia (10), Engenharia 1 (17), Engenharia 2 (24), Geociências (12), Geral 1 (20), Geral 2 (45), Meio Ambiente (1) e Química (10).

c) Analista Administrativo (85) -- especialidades: geral (63), ciências contábeis (5), comunicação social (6), arquivologia (6), biblioteconomia (5).

As vagas para nível intermediário são um total de 82, assim divididas:

a) Técnico em Regulação de Petróleo e Derivados, Álcool Combustível e Gás Natural (35) -- especialidades: Técnico em Contabilidade (2), Técnico em Instrumentação (2), Técnico em Mecânica (6), Técnico em Química (8) e Geral (17).

b) Técnico Administrativo (47).

Os aprovados irão trabalhar na sede da ANP no Rio de Janeiro e nos escritórios em São Paulo (SP), Salvador (BA) e Brasília (DF). A maioria das vagas é para o Rio de Janeiro. Das 243 vagas para nível superior, 194 são para o Rio, 27 para Brasília, 12 para São Paulo e 10 para Salvador.

Das 82 vagas para nível intermediário, 43 são para trabalhar na sede da Agência, 32 para Brasília, 2 para Salvador e 5 para São Paulo. Cumprindo a legislação será destinado um percentual de 8% das vagas, um total de 27, para candidatos com deficiência que concorrem igualmente com os demais candidatos.

A primeira etapa se constitui de provas objetivas, com caráter eliminatório e classificatório, além de avaliação de títulos com caráter unicamente classificatório, somente para os cargos de nível superior.

A segunda etapa será composta de Curso de Formação, somente para os cargos de Especialista em Regulação de Petróleo e Derivados, Álcool Combustível e Gás Natural e para o Especialista em Geologia e Geofísica do Petróleo e Gás Natural e terá caráter eliminatório e classificatório.

Para Especialista em Geologia e Geofísica do Petróleo e Gás Natural, Especialista em Regulação de Petróleo e Derivados, Álcool Combustível e Gás Natural e Analista Administrativo, as provas objetivas serão de língua portuguesa e inglesa, informática, conhecimentos gerais (Direito Administrativo, Direito Constitucional, Regulação da Indústria de Petróleo, Gás Natural, seus derivados e Biocombustíveis e Regulação e Agências Reguladoras) e conhecimentos específicos.

Para Técnico Administrativo as provas serão de língua portuguesa, informática, conhecimentos gerais e conhecimentos específicos. Para Técnico em Regulação de Petróleo e Derivados, Álcool Combustível e Gás Natural as provas serão de língua portuguesa e inglesa, informática, conhecimentos gerais (Direito Administrativo, Regulação da Indústria de Petróleo, Gás Natural, seus derivados e Biocombustíveis e Regulação e Agências Reguladoras) e conhecimentos específicos.

Para os cargos de nível superior os candidatos podem ganhar pontos por meio da avaliação de títulos como certificado de conclusão de pós-graduação, doutorado, mestrado, especialização para o setor ou exercício da atividade profissional de nível superior na administração pública ou privada, excluindo-se o magistério.

Faça sua Inscrição aqui
.
Veja o edital completo.



Comentários