Volume de vendas surpreende marcas expositoras na Feimec 2022

Com recorde de público e de vendas, a edição deste ano refletiu a pujança da indústria; 55 mil pessoas visitaram o evento.

Quem visitou a Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos (FEIMEC) em 2022 encontrou um mercado em franco crescimento. O evento teve recorde de público, somando 55 mil visitantes nos cinco dias de exposição (de 03 a 07 de maio), e bateu recorde também em volume de vendas. 

Iniciativa da ABIMAQ (Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos), com realização da Informa Markets, a FEIMEC reuniu mais de 900 marcas expositoras  do Brasil e de países como China, Alemanha, Itália, Estados Unidos, entre outros, e 64 mil metros quadrados ocupados de pavilhão, se tornando o ponto de convergência de todos os segmentos industriais envolvidos com a Indústria 4.0.

"A FEIMEC bateu todos os recordes. A edição de 2022 presencial foi a maior FEIMEC em termos de lançamentos dos expositores. As empresas que participaram tiveram uma  visitação inédita na história do evento e sabemos que o volume de negócios é igualmente expressivo", avaliou o presidente executivo da ABIMAQ, José Velloso Dias Cardoso. 

Segundo ele, depois de um período positivo para o setor -- de crescimento acumulado de 43% nos períodos de 2019, 2020 e 2021 -- , a previsão de crescimento neste ano estava na casa dos 3% no mercado interno e dos 17% nas exportações, mas esses números podem ser revistos, dado os resultados positivos da FEIMEC 2022.

"As expectativas de negócios que tínhamos antes do evento foram superadas, em parte porque ficamos três anos sem fazer a feira e muitos dos lançamentos não tinham sido mostrados para o grande público", completou o presidente executivo da ABIMAQ. 

Ainda na visão de Velloso: "As novas fronteiras tecnológicas, as soluções disponibilizadas na FEIMEC para a Indústria 4.0 e tudo aquilo que foi levado para esta edição incentiva os nossos clientes a investirem. Por isso, a FEIMEC 2022 mostrou o que a ABIMAQ sente agora, que é otimismo".


Continua depois da publicidade


A diretora da FEIMEC, Liliane Bortoluci, destacou que o desempenho da feira surpreendeu a organização e as marcas expositoras. "Tínhamos uma expectativa positiva para este ano, mas a movimentação de negócios foi além do esperado. O sucesso dessa edição confirma os dados apresentados pela ABIMAQ na abertura do evento: o setor está aquecido e tem grande potencial de desenvolvimento”.

Na noite de sexta-feira (6/05), por exemplo, diversos expositores já comemoravam o fechamento de parcerias e negócios. É o caso da Hovam, de máquinas e equipamentos industriais, que alcançou mais de R$ 3 milhões em vendas de equipamentos para usinagem, caldeiraria e elevação durante a FEIMEC.

Vendas Aquecidas

A Romi, uma das maiores marcas do país para o setor de máquinas-ferramenta, foi outra empresa de destaque na FEIMEC 2022. De acordo com o diretor comercial da companhia e coordenador da comissão organizadora do evento, Maurício Lopes, a feira foi um sucesso. “Não só pela quantidade de visitantes, mas porque houve uma enorme sinergia entre expositores e clientes - e porque superamos, e muito, as nossas expectativas. Estavam todos com uma enorme saudade dessa dinâmica. Esses bons resultados traduzem o bom momento da indústria - todos os segmentos industriais estão em ascensão, em especial o agrícola. Ficamos extremamente satisfeitos com esta edição”, evidenciou.

Outra companhia que gostou do que viu no evento foi a Hexagon, líder global em sensores, softwares e soluções autônomas. Segundo o CEO da marca, Danilo Lapastini, a participação da empresa na FEIMEC foi super positiva. “Tivemos um ótimo número de visitas em nosso estande, em especial no terceiro dia, em que batemos todos os nossos recordes. E o melhor, com uma visitação altamente qualificada, interessada em conhecer nossas soluções e tecnologias e, principalmente, em fechar negócios. Chegamos a vender cerca de dezesseis equipamentos durante o evento, deixando mais alguns já engatilhados para serem fechados após a feira, sem contar os inúmeros leads que fizemos”.

Quem também ressaltou a importância da feira para prospectar negócios e para impulsionar vendas futuras foi o diretor geral para a América Latina da SEW Eurodrive Brasil, Alexandre Reis. “A FEIMEC 2022 foi surpreendentemente movimentada, mais até do que esperávamos. Para nós, foi uma experiência super positiva, onde tivemos a oportunidade de apresentar alguns de nossos lançamentos (como um carro autônomo para a área industrial), captar clientes e impulsionar negócios futuros. Saímos desta edição com a plena convicção de objetivo cumprido”, exaltou.

A mesma sensação teve a Cobsen, líder na área de proteção e equipamentos para máquinas industriais. Para o gerente comercial da empresa, Celso Pavanella, a FEIMEC 2022 era uma feira que estava sendo aguardada com muita ansiedade, devido a impossibilidade de sua realização nos últimos anos. “E o resultado dessa edição foi algo fantástico, maior do que imaginávamos. Para se ter uma ideia, normalmente nossos equipamentos não são vendidos na feira, porque são sob encomenda, em sua maioria. Mas, desta vez, conseguimos vender quatro equipamentos, algo inédito para nós no evento. Então este é um exemplo do sucesso que atingimos, além de outras oportunidades de negócios que surgiram. Isso só nos dá confiança para um ano ainda melhor, com um mercado realmente aquecido”.

Mais Negócios

A Flow, líder global de equipamentos de pressão ultra elevada, vendeu quatro máquinas de corte na FEIMEC 2022. O gerente comercial da empresa, Rodrigo Chaime, destacou que a feira deste ano foi muito assertiva na atração de uma visitação altamente qualificada, pois foi possível conhecer clientes e fechar negócios logo nos primeiros dias. As máquinas comercializadas pela empresa vão de R$ 700 mil a R$ 1 milhão.

A Welle Laser vendeu uma CS-3000 de 12 mil watts de potência. A máquina, destinada ao corte de chapas de metal, teve um valor de venda calculado em R$ 3,4 milhões. O CEO da companhia, Júlio César Rodrigues, ressaltou que os visitantes estavam ávidos por novos relacionamentos e networking, após dois anos de pandemia, o que favoreceu os negócios.

O diretor comercial da Burtin, Roque Galles, disse que, diferente de outras edições e feiras, a FEIMEC 2022 registrou intensa movimentação desde a sua abertura. “Logo no primeiro dia, já tivemos muita procura em nosso estande. Estamos plenamente satisfeitos com os resultados alcançados”. A empresa vendeu sete equipamentos durante o evento, somando R$ 1 milhão em negócios. A marca italiana Cutlite Penta, por sua vez, levou ao estande da feira um módulo de 18 metros de uma máquina de corte a laser. A máquina por inteiro tem o dobro desse tamanho. O equipamento foi um entre outros negócios fechados pela empresa nesta edição.

O setor de soldas também efetivou vendas logo no início do encontro. A H Soldas fechou uma venda de R$ 1,2 milhão. O diretor comercial da empresa, Cesar Hammes, comemorou a participação. "É muito bom reencontrar as pessoas após esse longo período de pandemia. Melhor ainda ver que o mercado está aquecido e promissor”. 

O diretor da Tectronix, Romário Militão, ofereceu até desconto nos dois últimos dias do evento. A empresa vendeu duas máquinas de corte de metal e anunciou desconto para os clientes que fechassem negócios até sábado (7/05). Já a alemã Haimer realizou a venda de três máquinas de pequeno porte durante a FEIMEC 2022. De acordo com a supervisora de desenvolvimento e negócios da empresa, Tatiane Daniel, a marca estima um crescimento nas vendas de 30% a 40% em relação às edições anteriores.

Demonstrador de Soluções Tecnológicas da Indústria 4.0

Outro destaque do evento foi o Demonstrador de Soluções Tecnológicas da Indústria 4.0, desenvolvido pela ABIMAQ e por diversas empresas parceiras da associação, com o objetivo de apresentar, na prática e em  tempo real, os principais conceitos e tecnologias aplicadas à Indústria 4.0, promovendo o avanço tecnológico e a geração de negócios no setor.

“A FEIMEC foi um sucesso absoluto e o Demonstrador de Soluções Tecnológicas para a Indústria 4.0 contribuiu muito para isso. Foram apresentados 10 clusters com soluções 4.0 que foram desde a implementação de infraestrutura digital até a digitalização de máquinas, passando por integração de sistemas, rastreabilidade, controle de manutenção preditiva, estoque digital, entre outras tecnologias. Todas elas também foram apresentadas em mais de 20 palestras, além de rodadas tecnológicas, para atender a demanda dos visitantes pelas inovações exibidas”, pontuou o diretor de tecnologia da ABIMAQ, João Alfredo.




Comentários