Cummins adquire Meritor

A transação fortalecerá a linha líder de mercado de componentes de powertrain da Cummins e acelerará o desenvolvimento de soluções de energia eletrificada.

A Cummins Inc. e a Meritor, Inc.anunciaram que firmaram um acordo definitivo sob o qual a Cummins adquirirá a Meritor, líder global em soluções de drivetrain, mobilidade, frenagem, pós-venda e powertrain elétrico para veículos comerciais e mercados industriais. De acordo com os termos do acordo, a Cummins pagará US$ 36,50 em dinheiro por ação da Meritor, para um valor total de transação de aproximadamente US$ 3,7 bilhões, incluindo dívida assumida e líquido de caixa adquirido.

“A aquisição da Meritor é um marco importante para a Cummins. A Meritor é líder do setor, e a adição de seus pontos fortes complementares nos ajudará a enfrentar um dos desafios tecnológicos mais críticos de nossa era: desenvolver soluções economicamente viáveis ​​de zero carbono para aplicações comerciais e industriais”, disse Tom Linebarger, presidente e CEO da Cummins. “A mudança climática é a crise existencial do nosso tempo e esta aquisição acelera nossa capacidade de enfrentá-la. Nossos clientes precisam de soluções descarbonizadas economicamente viáveis.”

“Além disso, nossas comunidades e nosso planeta dependem de empresas como a Cummins para investir e desenvolver essas soluções”, acrescentou Linebarger. Esta aquisição adiciona produtos ao nosso negócio de componentes que são independentes da tecnologia de powertrain e, ao alavancar nossa presença global, esperamos acelerar o crescimento nos negócios principais de eixos e freios da Meritor. Há também um argumento financeiro convincente para esta aquisição, com sinergias significativas esperadas em SG&A, operações da cadeia de suprimentos e otimização de instalações”.

“Este acordo com a Cummins se baseia no histórico da Meritor de excelente desempenho e serviço aos nossos clientes. Nossas ofertas continuarão a desempenhar um papel estratégico importante à medida que os veículos comerciais se transformam em elétricos e autônomos”, disse Chris Villavarayan, CEO e Presidente da Meritor. “No fechamento, os acionistas da Meritor receberão valor imediato a um atraente prêmio de 48% sobre o preço de negociação da Meritor a partir de 18 de fevereiro de 2022, e os clientes se beneficiarão de recursos aprimorados em tecnologia e a capacidade de acelerar o investimento no desenvolvimento de eixos e freios e Adoção de VE. Os membros de nossa equipe global e seu compromisso com a excelência ajudaram a tornar essa transação possível e alimentarão nossas inovações à medida que embarcamos neste próximo capítulo de nosso legado de longa data”.

Racional Estratégico

A Meritor é líder da indústria em tecnologia de eixos e freios. A integração do pessoal, tecnologia e capacidades da Meritor posicionará a Cummins como uma das poucas empresas capazes de fornecer soluções integradas de powertrain em aplicações de combustão e energia elétrica. Este é o momento certo para buscar essa combinação, pois a demanda por soluções descarbonizadas acelera. A Cummins acredita que os eAxles serão um ponto crítico de integração nos sistemas de transmissão híbridos e elétricos. Ao acelerar o investimento da Meritor em eletrificação e integrar o desenvolvimento em seu negócio New Power, a Cummins espera oferecer soluções líderes de mercado para clientes globais.


Continua depois da publicidade


A Meritor tem um legado de mais de 110 anos. A empresa tem mais de 9.600 funcionários atendendo clientes de caminhões comerciais, reboques, fora-de-estrada, defesa, especialidades e pós-venda em todo o mundo.

Espera-se que a aquisição da Meritor seja um acréscimo imediato ao EPS ajustado da Cummins e deverá gerar sinergias anuais antes dos impostos de aproximadamente US$ 130 milhões até o terceiro ano após o fechamento. A Cummins pretende financiar a transação usando uma combinação de caixa no balanço patrimonial e dívida da empresa e continua comprometida em manter seus fortes ratings de crédito.

O Conselho de Administração da Meritor aprovou por unanimidade o acordo com a Cummins e recomenda que os acionistas da Meritor votem a favor da transação na Assembleia Geral Extraordinária a ser convocada em conexão com a transação. A transação, que está sujeita às condições habituais de fechamento e ao recebimento das aprovações regulatórias aplicáveis ​​e da aprovação dos acionistas da Meritor, deverá ser concluída até o final do ano civil.




Comentários