Tuper lança nova marca, reforça sua essência e investe para crescer em 2021

Para este ano, a empresa possui uma meta de crescimento de 17,5% em volumes faturados em relação ao ano anterior. Já o crescimento da receita deve ser elevado em 7,7%, chegando a R$ 1,4 bilhão.

No ano em que completa meio século de existência, a Tuper, uma das maiores transformadoras de aço do Brasil, apresenta sua nova marca ao mercado e aos mais de 2.100 colaboradores e representantes comerciais, que atuam em todo o país.

A renovação da marca é um dos eventos planejados para tornar o ano do cinquentenário ainda mais memorável. Com isso, a Tuper se junta a um grupo de grandes empresas que já passaram pelo chamado rebranding. Além da nova marca, foi definido o novo propósito da companhia: Inspirar pessoas a criar soluções surpreendentes.

Perspectiva de crescimento

Em 2020, a Tuper alcançou um faturamento de R$ 1,3 bilhão. Somente no mercado de tubos, a elevação das vendas em toneladas alcançou 5,3%. O resultado é superior ao mercado de tubos no país, que registrou crescimento de 3,2%, segundo dados monitorados pelo Instituto Aço Brasil.

A perspectiva de mercado deste ano é bastante promissora para a Tuper. A empresa possui uma meta de crescimento de 17,5% em volumes faturados em relação ao ano anterior. Já o crescimento da receita deve ser elevado em 7,7%, chegando a R$ 1,4 bilhão. O avanço deve acontecer em todos os segmentos em que atua, mas principalmente nos setores do agronegócio, indústria, automotivo, construção civil e distribuição de aço.

Para dar suporte a esse crescimento, a empresa planeja investir neste ano R$ 15 milhões em máquinas, tecnologias, processos e segurança para se tornar ainda mais eficiente e competitiva. Toda esta perspectiva tem reflexos também no aumento do quadro de colaboradores, projetado para crescer 11,5% com novas contratações, correspondendo a cerca de 200 novas vagas.

Portfólio amplo

A apresentação da nova marca ao mercado envolve a campanha “A gente transforma o aço e o aço transforma você!”. O objetivo é mostrar o quanto essa matéria-prima faz parte do cotidiano de todos, pois está nos carros, nos transportes coletivos, nos prédios, nas pontes, nos elevadores, nas escadas rolantes, nos eletrodomésticos, nos móveis e em muitos outros lugares. A Tuper é, assim, uma marca presente no dia a dia dos brasileiros.


Continua depois da publicidade


A empresa iniciou as atividades em 1º de fevereiro de 1971, por iniciativa de um grupo de empreendedores que desejavam criar uma nova alternativa econômica para a cidade, até então muito dependente da indústria de móveis. O nicho inicial foi a produção de escapamentos automotivos para o mercado de reposição. Alguns anos depois, a empresa iniciou a produção própria de tubos, parte essencial da fabricação dos escapamentos.

Hoje, a Tuper produz um amplo portfólio além dos escapamentos automotivos. Esse portfólio inclui tubos de aço carbono pretos e galvanizados para aplicações industriais, estruturais e de condução; tubos API para exploração e condução de óleo e gás; eletrodutos galvanizados; estacas tubulares para fundações com conexão rápida; perfis estruturais metálicos; peças e componentes automotivos; sistemas de exaustão para veículos originais; sistemas de coberturas metálicas; lajes nervuradas; andaimes; chapas de aço e slitters.

Trajetória digna

O crescimento da empresa ocorreu, ano após ano, com base em inovação, tecnologia, equipe qualificada e diversificação. Hoje, a Tuper possui três plantas industriais, com área fabril total de 120 mil m2. São 21 Centros de Distribuição em 17 estados.

O desenvolvimento constante levou a Tuper a conquistar um altíssimo padrão de excelência em todos os mercados em que atua: Indústria, Construção Civil, Automotivo, Escapamentos Aftermarket,

Máquinas e Implementos Agrícolas e Rodoviários, Óleo e Gás, entre outros. A empresa segue firme na trajetória de evolução das linhas de produtos, que acompanham as tendências e atendem às mais exigentes normas nacionais e internacionais. Os investimentos constantes na formação e no aprimoramento profissional de suas equipes têm sido fundamentais para isso.

“Tivemos até aqui uma trajetória repleta de desafios, que superamos com muito trabalho e dignidade”, lembra o CEO, Frank Bollmann. “A renovação da marca simboliza o quanto a Tuper está pronta para o futuro, que certamente será repleto de desafios, mas também de muitas oportunidades.”

Aos 71 anos, Bollmann está na empresa desde os primeiros tempos – chegou aos 22, recém-formado em engenharia mecânica. Logo ingressou na sociedade, tornando-se sócio majoritário com o passar dos anos. Em 2016, a ArcellorMittal adquiriu 40% do capital social da Tuper, dando início a uma associação estratégica que trouxe vantagens para ambas as organizações.

*Com informações da Tuper




Comentários