Tupy tem maior receita líquida de sua história

Lucro operacional e EBITDA são os maiores num primeiro trimestre.


Continua depois da publicidade


O ano de 2021 manteve a tendência de recuperação, já apresentada pela Tupy, no segundo semestre, como comprovam os resultados.  A multinacional brasileira do ramo da metalurgia obteve, neste 1T21, a maior receita líquida de sua história, R$ 1,5 bilhão, um aumento de 41% em relação ao 1T20. Um dos fatores fundamentais para essa marca foi o crescimento no volume físico de vendas, que foi de 15% em comparação com o ano anterior, atingindo 127 mil toneladas, com forte desempenho em todos os segmentos e geografias.

“Iniciamos 2021 mantendo a tendência de recuperação apresentada desde o segundo semestre do ano passado. Este desempenho é decorrente da nossa exposição a setores perenes e que têm se beneficiado do aumento da demanda por infraestrutura, commodities, serviços de transporte e logística, bem como de diversos pacotes de estímulos governamentais”, destaca Fernando Cestari de Rizzo, CEO da Tupy.

O lucro bruto de R$ 240 milhões e o EBITDA Ajustado de R$ 199 milhões) são os maiores valores da história da Tupy para um primeiro trimestre. O aumento dos custos com matérias primas e outros fatores foram mitigados por iniciativas de ganhos de eficiência, implementadas ao longo dos últimos trimestres.

Também no 1T21, a Tupy emitiu título de dívida no mercado externo, no valor de US$ 375 milhões e vencimento em 2031. Os recursos foram utilizados para pré-pagar dívida com vencimento em 2024, sendo que a operação trará redução de custos financeiros no valor de 6 milhões de dólares ao ano. As despesas financeiras relacionadas ao resgate antecipado totalizaram 58 milhões de reais, reconhecidas no resultado do período.  

Relatório de Sustentabilidade

A Tupy lançou seu Relatório de Sustentabilidade 2020, com informações detalhadas das operações da Companhia no Brasil e no México. O reporte contempla indicadores relacionados à matriz de materialidade da Companhia, elaborada com base em uma extensa análise de documentos, política, estudos setoriais, somados à consulta pública que alcançou 735 respostas, envolvendo diversos stakeholders com os quais a Empresa se relaciona.


Continua depois da publicidade


Além da estratégia da Companhia no que diz respeito à sustentabilidade, entre os destaques, está o forte posicionamento da Tupy na economia circular. Em 2020, 99% de todo o material metálico utilizado como matéria-prima tem a reciclagem como origem e cerca de 50% do volume total de resíduos gerados são reciclados. Destes resíduos, cerca de 75 mil toneladas são transformadas em coprodutos e utilizadas em outras cadeias produtivas.

Tópicos:



Comentários