Grupo Açotubo anuncia investimentos de R$ 120 milhões até 2023

O total previsto para o triênio deve ser aplicado no crescimento da distribuição de aços, internacionalização da marca, entre outras ações.

O Grupo Açotubo, referência na distribuição de aços na América Latina, completou 47 anos no dia 20 de fevereiro e aproveita a ocasião para anunciar o novo ciclo de investimentos para o triênio 2021 – 2023. No período, o plano é aplicar R$ 120 milhões em diversas ações estratégicas e de estrutura, começando com R$ 50 milhões neste ano.

Os valores são maiores em relação aos investimentos realizados no passado, foram cerca de R$ 100 milhões investidos no último triênio, 2018 – 2020, e mostram a solidez da companhia, que avança mesmo em cenário de incertezas econômicas para o país. O aporte global previsto para o triênio 2021 – 2023 é 20% maior do que o originalmente previsto. Já o montante programado para este ano é quase 60% maior do que o utilizado no ano anterior, que foi de R$ 31,5 milhões.

Edson Souza, Gerente Executivo de Controladoria e Finanças, explicou que os investimentos serão prioritariamente aportados para garantir o crescimento da distribuição de aços. “Nesse ponto, vamos ampliar a automatização e digitalização da empresa, adquirir novas máquinas e equipamentos, além de seguir com a renovação da frota de veículos ao longo deste ciclo, visando garantir a melhoria contínua no atendimento aos nossos clientes”, disse. Parte dos investimentos também serão destinados à continuidade do processo de internacionalização do Grupo em mercados da América Latina e à aquisição e construção de imóveis comerciais para expansão da incorporadora que faz parte do Grupo.

Já o CEO Bruno Bassi destacou a valorização do capital humano como importante componente para a jornada de evolução da empresa, que continuará criando vagas e oportunidades de desenvolvimento. O executivo também aproveitou para falar sobre o momento de celebração. “Todos esses movimentos são possíveis devido à nossa estratégia de longo prazo, na qual os clientes são prioridade nesses 47 anos de existência”, finalizou




Comentários