Conceito de Reciclagem da Coromant beneficia empresas e meio ambiente

O procedimento de devolução das pastilhas de metal duro pós-consumo é fácil e prático

Fonte: CIMM - 09/10/07
Foto: Sandvik

A Sandvik Coromant do Brasil preocupada com as questões ambientais, em 1996, cria o projeto Conceito de Reciclagem da Coromant (CRC). Desde então, oferece às empresas o serviço de reciclagem de pastilhas de metal duro pós-consumo. “O objetivo principal é de garantir o destino ambientalmente adequado da sucata de pastilhas e ferramentas inteiriças de metal duro usadas”, aponta o líder local do projeto, Rudinei Barbosa. 

Em 2003, a Sandvik conquista a Certificação da ISO 14000, que garante às empresas uma estrutura internacionalmente reconhecida de criação, implementação, monitoração e aperfeiçoamento de Sistemas de Gestão Ambiental. “O certificado reitera o nosso compromisso para com os clientes, fornecedores e, o meio ambiente”, reforça Barbosa.

Para a implantação do projeto vários aspectos são levados em conta para a empresa. Segundo o líder, o processo começa com uma estruturação interna, com apresentação do projeto ao cliente, onde se deve mostrar as etapas que serão seguidas. Por exemplo: para onde serão enviadas as sucatas, avaliação do material recolhido e treinamento dos envolvidos no recolhimento. “É um trabalho contínuo, divulgando o serviço que é oferecido para todos os clientes, através dos nossos vendedores, representantes e distribuidores”, afirma Barbosa.

O procedimento de devolução das pastilhas é fácil e prático. A Sandvik disponibiliza para os clientes caixas para coleta e embalagem para transporte da sucata. “É bem simples, e é feito através de nota fiscal de venda de sucata para a Sandvik do Brasil”, esclarece o líder do projeto.
 


Para entender o processo de Reciclagem

A matéria prima da pastilha é o pó de metal duro, formado pela combinação de vários minerais, como o cobalto, tungstênio, carbonetos de titânio, tântalo e nióbio.  Como fabricar pastilhas de Metal Duro? Quer saber mais clique aqui

O líder do projeto ressalta que as pastilhas não são reaproveitadas, “a empresa não trabalha com reafiação ou reaproveitamento dos insertos”.

O que acontece é um processo de reciclagem com alta tecnologia que permite a reversão da sucata em matéria-prima e em minerais que passam por análise de qualidade e podem ser reutilizados na fabricação de produtos de metal duro. “A vantagem do processo é a redução da extração de minerais da natureza e destinação ambientalmente correta”, explica Barbosa.

Outro fator relevante é a crescente demanda de produtos cuja matéria prima é composta dos minerais das pastilhas. Sendo assim, o processo de reciclagem da sucata de metal duro contribui significativamente com a redução da extração de minerais da natureza, minimizando a questão ambiental e desacelerando o processo de extração.

Os benefícios

A grande importância de um projeto como o CRC é oportunizar as empresas destino ecologicamente correto da sucata gerada em sua produção. “Antes muitos operadores jogavam as pastilhas junto com os cavacos que depois de processados nas aciarias, voltavam no meio do material e às vezes quebravam as ferramentas quando eram encontradas na usinagem desses materiais”, explica Barbosa.

Segundo dados da Sandvik, os principais clientes que são certificados pela ISO 14000 ou estão a caminho da certificação tem interesse em retornar os produtos pós-consumo para o fabricante.

Este procedimento pode servir de base sólida para legislação sobre preservação do meio. “A conscientização é um dos pontos que estamos trabalhando em algumas empresas que ainda privilegia o valor econômico da sucata em prejuízo ao compromisso ambiental e ético”.

As empresas adeptas a reciclagem das sucatas de metais duros além de ajudarem a proteger o meio ambiente, “inibem o comércio ilegal de pastilhas de metal duro usadas, que são compradas como sucata e após recuperação grosseira, vendidas como material legítimo e novo”, afirma.

Quanto mais empresas se conscientizarem mais sucatas usadas retornarão para o fabricante Sandvik do Brasil. E isso gera uma sustentabilidade ambiental em todo o processo.

Como fazer?

A Sandvik Coromant disponibiliza embalagens para coleta, fornece orientação na seleção do material e esclarecimentos sobre  os benefícios do CRC - Conceito de Reciclagem da Coromant.

Todas as pastilhas de metal duro pós-consumo são coletadas em uma caixa no próprio local de trabalho.Quando a caixa de coleta estiver cheia o suficiente, o conteúdo dela é transferido para uma caixa de transporte.

É interessante solicitar uma caixa de coleta para cada torno, fresadora, furadeira ou centro de usinagem. Recomenda – se uma caixa de coleta para cada uma das áreas de usinagem na fábrica.

Mais informações falar com Rudinei pelo telefone (11) 5696 5545, ou envie um e-mail para rudinei.barbosa@sandvik.com

Quer saber mais sobre a Sandvik Clique aqui

Tópicos:



Comentários