Veículo mais eficiente do mundo rodaria metade da Terra com 1l de gasolina

Uma equipe de estudantes e engenheiros da Universidade de Dalarna, na Suécia, construiu o veículo de maior eficiência energética do mundo.

A equipe Eximus IV construiu um veículo sobre trilhos que usa 0,517 Wh para transportar uma pessoa por um quilômetro.

Dito de outra forma, o índice de 0,517 Wh equivale a usar 0,63 mililitro de combustível - o que seria mais ou menos 12 gotas de gasolina - para transportar uma pessoa por 10 km.

"Em teoria, o Eximus IV poderia transportar uma pessoa por quase metade de um caminho ao redor do mundo usando a energia contida em apenas um litro de gasolina," disse o professor Henrik Rodjegard, um dos coordenadores do evento.

O concurso, chamado Delsbo Electric, tem como objetivo selecionar o veículo elétrico sobre trilhos mais eficiente do mundo.

Sensores na pista

O evento acontece em uma pista de 3,36 km, com o veículo transportando entre um e seis passageiros, sem exigências de velocidade e consumindo o mínimo de energia. Após cruzar a linha de chegada, a energia consumida por cada veículo é dividida pelo número de passageiros a bordo.

Toda a extensão da pista é coberta por uma rede capaz de enviar vídeos e um fluxo constante de dados dos veículos. O equipamento de medição rastreia dados do veículo 2.000 vezes por segundo e os coloca online a cada segundo.

Todos os veículos na competição deste ano consumiram menos energia do que a necessária para acender os faróis de um carro comum. Com isto, a diferença que faz o vencedor é mínima.

Eximus IV: Veículo mais eficiente do mundo

Por exemplo, durante a primeira volta da corrida, o veículo que viria a ser o vencedor registrou um pico no consumo de energia. Ao analisar e comparar os dados de código aberto da competição, a equipe descobriu que o pico ocorreu em um ponto específico ao longo dos trilhos. Eles foram até lá, mediram tudo e descobriram uma diferença de 8 mm na distância entre os trilhos. Com isto, foi só ajustar a distância entre eixos do veículo para atingir o resultado histórico.

Veículo autônomo

Para o ano que vem, os organizadores planejam incluir sensores de vento e temperatura ao longo de toda a pista para facilitar o desenvolvimento de sistemas automatizados mais avançados, que poderão reagir com antecedência às mudanças nas condições.


Continua depois da publicidade


Na verdade, a automação do Eximus pode ter sido um dos responsáveis pela sua vitória. O veículo continua transportando passageiros, para cumprir os regulamentos do concurso, mas este ano ele foi dirigido automaticamente por um programa de computador.




Comentários