Polifibras lança masterbatch amadeirado de fibras naturais, proveniente da casca de arroz

Produto é patenteado pela empresa para aplicação nos processos de injeção e extrusão

O masterbatch amadeirado de fibras naturais, desenvolvido e patenteado pela Polifibras será o lançamento da empresa na Interplast. Proveniente da casca de arroz, o masterbatch amadeirado de fibras naturais é adicionado a resina termoplástica para aplicação nos processos de injeção e extrusão, e tem um forte apelo de ecologia e sustentabilidade. “Os nossos compósitos de fibras naturais possuem ainda, tecnologia para facilidade de processamento e desmolde, agregando brilho e beleza ímpar as peças injetadas”, explica Daniel Pegoraro, diretor da Polifibras e o responsável por desenvolver o produto patenteado.

O masterbatch amadeirado Polifibras é um compósito extrusado de fibras naturais, aditivos e resinas termoplásticas virgem, com excelente balanço de propriedades mecânicas e processabilidade. Sua aplicação é ideal para utilidades domésticas, construção civil, cabos de ferramentas, peças automotivas, tampas de cosméticos, móveis e calçados.

A Polifibras desenvolve diferentes opções de resinas termoplásticas ecológicas e sustentáveis com adição de fibras naturais, caracterizando aspecto e coloração semelhante a madeira cerejeira, marfim e imbuia. A empresa possui ainda o laudo de atoxidade, necessário para produtos que tem contato com alimentos, além de certificado de sustentabilidade e selo ECO, uma ferramenta de marketing de vendas dos produtos disponibilizado para os clientes.

Masterbatch amadeirado de fibras naturais para diferentes segmentos

As linhas de produtos com fibras naturais WPC – polipropileno amadeirado marfim, imbuia e cerejeira, e CFP – masterbatch amadeirado da Polifibras são atóxicas, resistentes e ecológicas, com diferencial de fácil processibilidade, maior estabilidade dimensional e podem ser pigmentados. São aplicados em produtos dos segmentos de móveis, calçados, utensílios domésticos, construção civil, automobilístico, cosméticos, entre outros.


Continua depois da publicidade


O produto desenvolvido com fibras naturais, rendeu à Polifibras, por meio do diretor Daniel Pegoraro, a patente concedida pela República Federativa do Brasil, para a formulação e método de fabricação de peças injetadas com casca de arroz e resinas termoplásticas.

Desenvolvimento sustentável

Com 15 anos de presença no mercado, a Polifibras sempre voltou o seu olhar a preservação do meio ambiente e a sustentabilidade, investindo continuamente no desenvolvimento de compósitos para processos de injeção e extrusão a partir de fibra naturais. A empresa atende indústrias de todo o Brasil que utilizam o processo de injeção, com adição de fibras naturais a resinas ecológicas e sustentáveis.




Comentários