Projeto Soldagem Híbrida Plasma-MIG ganha prêmio da ABS

Fonte: CIMM - 28/09/07

Dentre as linhas de pesquisa do Laboratório de Soldagem (LABSOLDA) da Universidade Federal de Santa Catarina encontra-se o desenvolvimento de processos especiais de soldagem. Integrante desta linha, o projeto que estuda a Soldagem Híbrida Plasma-MIG, ganhou o prêmio da Associação Brasileira de Soldagem (ABS) na categoria “processos não convencionais”.

Trata-se de uma metodologia híbrida, no qual o processo plasma e o MIG atuam simultaneamente numa mesma tocha de soldagem, com o objetivo de combinar as características de cada processo.

Como resultado, obtém-se um controle independente entre o aporte de calor e de material, o que amplia a capacidade de melhoria, tanto da qualidade dos produtos, quanto de produtividade.

Segundo Tiago Vieira da Cunha, pós-graduando, responsável pelo projeto, este processo pode ser utilizado na indústria para a soldagem de diversos materiais. “O processo de soldagem híbrida Plasma-MIG apresenta grande potencial para soldar alumínio, ferro fundido e até mesmo chapas zincadas”, afirma.

Os estudos começaram em 2004 e estão em andamento. Atualmente, o LABSOLDA é único laboratório do país a estudar este processo. Outro objetivo é formar parcerias com empresas para que o processo seja implantado em indústrias nacionais.

Mais informações sobre o projeto clicando aqui.
Tópicos:
     



Comentários