Indústria automotiva do Brasil para completamente com pandemia do coronavírus

Anfavea diz que 64 das 65 fábricas brasileiras estão ou ficarão com a produção suspensa por conta da pandemia.

64 das 65 fábricas de carros, caminhões, ônibus e máquinas agrícolas do Brasil estão ou ficarão paradas como reflexo do avanço do novo coronavírus, segundo a Anfavea, a associação das fabricantes.

A exceção é a fábrica de máquinas de construção da Volvo em Pederneiras (SP), que segue operando.

O levantamento da Anfavea não inclui motos. No entanto, Honda e Yamaha, as duas maiores empresas do setor, que têm mais de 90% do mercado, já anunciaram paradas em suas fábricas, localizadas em Manaus.

As medidas foram tomadas individualmente pelas empresas, e levam em consideração dois fatores importantes: a necessidade do isolamento e do distanciamento social e a queda na demanda por veículos.

Como muitas concessionárias estão fechadas, não há necessidade de continuar produzindo. Além disso, a própria Anfavea estimava, em fevereiro, que o estoque nas lojas e pátios de fábricas era suficiente para 37 dias.

Vale ressaltar, porém, que a paralisação das fábricas de veículos não é um fenômeno brasileiro. Várias fabricantes têm adotado medidas semelhantes para tentar conter o avanço do coronavírus em outros países.


Continua depois da publicidade


Veja abaixo as fabricantes que anunciaram a interrupção na produção de veículos no Brasil.

Automóveis

Em janeiro e fevereiro, o segmento mais volumoso dessa indústria produziu quase 400 mil veículos. As 34 fábricas ficarão paradas até meados de abril.

Fábricas de automóveis paradas
 
Fabricante - Cidade
Audi - São José dos Pinhais (PR)
BMW - Araquari (SC)
Caoa Chery - Jacareí (SP)
Caoa Hyundai - Anápolis (GO)
Chevrolet - São Caetano do Sul (SP)
Chevrolet - São José dos Campos (SP)
Chevrolet - Mogi das Cruzes (SP)
Chevrolet - Gravataí (RS)
Chevrolet - Joinville (SC)
FCA - Fiat Chryser - Betim (MG)
FCA - Fiat Chrysler - Goiana (PE)
FCA - Fiat Chrysler - Campo Largo (PR)
Ford - Camaçari (BA)
Ford - Taubaté (SP)
Ford/Troller - Horizonte (CE)
Honda - Sumaré (SP)
Honda - Itirapina (SP)
Hyundai - Piracicaba (SP)
Jaguar Land Rover - Itatiaia (RJ)
Mercedes-Benz - Iracemápolis (SP)
Mitsubishi/Suzuki - Catalão (GO)
Nissan - Resende (RJ)
PSA - Peugeot Citroën - Porto Real (RJ) - 2 fábricas
Renault - São José dos Pinhais (PR) - 4 fábricas
Toyota - São Bernardo do Campo (SP)
Toyota - Indaiatuba (SP)
Toyota - Porto Feliz (SP)
Toyota - Sorocaba (SP)
Volkswagen - São Bernardo do Campo (SP)
Volkswagen - Taubaté (SP)
Volkswagen - São Carlos (SP)
Volkswagen - São José dos Pinhais (SP)
 

Caminhões e ônibus

Até agora, Mercedes-Benz, Volvo, Volkswagen, Daf, Iveco e Agrale detalharam os planos de paralisação na produção de caminhões e ônibus no Brasil. A Scania, porém, não informou o período em que sua unidade de São Bernardo do Campo (SP) ficará sem operar.

Entre janeiro e fevereiro, foram produzidos mais de 16 mil caminhões e ônibus no Brasil.

Fábricas de caminhões e ônibus paradas
Fabricante Cidade
Agrale - Caxias do Sul (RS) - 2 fábricas
Daf - Ponta Grossa (PR)
Iveco - Sete Lagoas (MG)
Mercedes-Benz - São Bernardo do Campo (SP)
Mercedes-Benz - Juiz de Fora (MG)
Mercedes-Benz - Campinas (SP)
Scania - São Bernardo do Campo (SP)
Volkswagen/Man - Resende (RJ)
Volvo - Curitiba (PR)
 
Máquinas agrícolas e de construção
 
O setor de máquinas agrícolas e rodoviárias produziu, em janeiro e fevereiro, pouco mais de 6 mil unidades. Entre as fabricantes, a CNH Industrial, dona das marcas Case, New Holland e Iveco suspendeu os trabalhos de suas 7 fábricas no Brasil, assim como a John Deere, que paralisou a produção desde o dia 25 de março as atividades em 6 fábricas no país.
 
Fábricas de máquinas agrícolas paradas
Fabricante Cidade
Agrale - Caxias do Sul (RS)
AGCO - Canoas (RS)
AGCO - Santa Rosa (RS)
AGCO - Ibirubá (RS)
AGCO - Mogi das Cruzes (SP)
Caterpillar - Piracicaba (SP)
Caterpillar - Campo Largo (PR)
CNH Industrial - Curitiba (PR)
CNH Industrial - Contagem (MG)
CNH Industrial - Piracicaba (SP)
CNH Industrial - Sorocaba (SP)
John Deere - Horizontina (RS)
John Deere - Montenegro (RS)
John Deere - Catalão (GO)
John Deere - Indaiatuba (SP)
Komatsu - Suzano (SP)
Komatsu - Arujá (SP)
Komatsu - Pinhais (PR)
 



Comentários