Estudo sobre uso de etanol em motores diesel ganha prêmio de melhor Paper Nacional da SAE Brasil

Com redução comprovada de até 57% dos gases de efeito estufa, o trabalho vencedor será apresentado em Detroit, EUA, no dia 21 de abril no Congresso SAE International

A premiação dos melhores papers da 28ª edição do Congresso SAE Brasil foi realizada em 19 de fevereiro, na sede da entidade em São Paulo (SP). Na ocasião, o engenheiro mecânico Vinicius Bernardes Pedrozo recebeu o prêmio de melhor Paper Nacional, escolhido entre mais de 140 trabalhos aprovados pela comissão da SAE BRASIL. Com o título “The effective use of etanol for greenhouse gas emissions reduction in a diesel engine”, o trabalho destaca a redução das emissões de gás de efeito estufa em motores diesel utilizando o etanol.

O trabalho desenvolvido por Vinicius Pedrozo, ao lado de Thompson Diordinins Metzka Lanzanova, Ian Alexander May e Wei Guan propõe a ideia de substituir ou reduzir a utilização de combustível fóssil (diesel) e maximizar a utilização do etanol usando estratégias avançadas de injeção de combustão. “Esse trabalho foi realizado em um motor diesel comercial pesado no qual conseguimos reduzir as emissões de poluentes. Realizamos diversos cálculos e estimativas nas quais identificamos uma redução significativa, de até 57%, dos gases de efeito estufa, no caso CO2 equivalente”, explica Vinicius, que é formado pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), tem doutorado pleno no exterior com bolsa do programa Ciência sem Fronteiras da CAPES, em engenharia mecânica na Brunel University London e atua na Volkswagen do Brasil, com veículos leves na área de pesquisa e inovação de powertrain.


Continua depois da publicidade


Vinicius Pedrozo apresentará sua pesquisa como especialista convidado no Congresso SAE International, em Detroit (EUA), em 21 de abril, durante o painel Alternative and Advanced Fuels.

“Ser o primeiro colocado é o reconhecimento de um trabalho de quatro anos e muitas horas de dedicação. A oportunidade de apresentar nos Estados Unidos nossa experiência aqui do Brasil com combustíveis alternativos, com etanol, será uma experiência que evidencia a qualidade da pesquisa do País e o nosso potencial para desenvolver produtos focados em combustíveis alternativos”, afirma o engenheiro.

O futuro e a mobilidade do Brasil

A noite de premiação contou com a presença do presidente da SAE BRASIL para o biênio 2020/2021, Camilo Adas, gerente sênior na engenharia de produto da Mercedes-Benz do Brasil, que destacou a importância dos papers para o desenvolvimento tecnológico da mobilidade nacional.

“A mudança da mobilidade está acontecendo de maneira muito rápida e muito forte, e isso já é um senso comum. Pretendemos garantir que essa mudança seja digerida e que a SAE BRASIL seja o canal no qual as informações do mercado global possam ser encontradas e adaptadas à visão de brasilidade e de regionalidade da engenharia da mobilidade. Assim aquilo que é tão global quanto possível seja tão local quanto necessário para garantir o sucesso no mercado brasileiro”, explica Adas.

Christopher Podgorski, Presidente e CEO da Scania Latin América, que presidiu a 28ª edição do Congresso SAE BRASIL, destaca a importância dos trabalhos como diferencial para engenharia da mobilidade. “Os papers reforçam a evolução tecnológica do País à caminho da mobilidade sustentável, um assunto de total importância para a sociedade atual, assim como o urbanismo e a digitalização, temas que estão modificando a maneira de como as pessoas pensam e agem”.

Para o diretor Geral da SAE BRASIL, Otacilio Gomes Júnior, os papers representam a alma da associação, e a entidade valorizará cada vez mais esses trabalhos. “Foi assim que a SAE nasceu: a partir de trabalhos técnicos, da criatividade e do conteúdo dos parceiros e associados. Essa é nossa grande motivação: ajudar a sociedade e o mundo por meio da mobilidade e transformar por intermédio da promoção de conteúdos. Nós trabalhamos para o País e nosso reconhecimento é fazer um trabalho que seja perene, pois na SAE BRASIL criamos o futuro”, salienta.

O Congresso SAE Brasil procura, desde sua fundação, incentivar os papers técnicos. Voltados para a eficiência pela descoberta de novos métodos e processos de desenvolvimento em áreas diversas da engenharia, os trabalhos técnicos do Congresso são projetos inovadores e aplicáveis à realidade atual. De acordo com o professor da Universidade de São Paulo (USP), Gilberto Francisco Martha de Souza, responsável pelo departamento de Engenharia Mecatrônica de Sistemas Mecânicos e Chairperson do Comitê Técnico, o alto nível de pesquisa e inovação é a principal característica dos papers.

“No comitê técnico da SAE BRASIL temos um sistema rígido de requisitos que precisam ser preenchidos e que compreendem desde a clareza de linguagem, como conteúdo técnico, informação pertinente ao tema, se o trabalho apresenta um conteúdo que será utilizado no futuro, ou, se será um tema que está avançando no conhecimento. Estes são apenas alguns dos fatores que são avaliados”, detalha o professor. Para 2020, os resumos dos papers podem ser inscritos até o dia 28 de fevereiro, no site do congresso SAE Brasil. Saiba mais: http://portal.saebrasil.org.br/eventos/congresso/papers

Congresso SAE 2020

Debater o futuro da mobilidade conectada será uma das missões da 29ª edição do Congresso e Mostra Internacionais SAE BRASIL de Tecnologia da Mobilidade, evento que reunirá engenheiros e empresas do setor, entre os dias 8 e 10 de setembro, no São Paulo Expo.

A edição deste ano terá como tema central "O Futuro da Mobilidade Conectada, da Energia à Sustentabilidade" e pretende promover um debate sobre as principais soluções deste tema neste e nos próximos anos.




Comentários