Villares investe R$ 4 milhões em unidade na serra gaúcha

A Villares Metals inaugurou na quarta-feira, em Flores da Cunha, o seu segundo maior centro de serviços e soluções e o primeiro no Rio Grande do Sul. Com investimento de R$ 4 milhões e área de 4 mil metros quadrados, a unidade é equipada com a maior máquina de corte da América Latina e está estruturada para atender a demandas em todo o Rio Grande do Sul. A operação terá logística de entrega estratégica pela proximidade com as principais rodovias estaduais e federais.

O complexo irá oferecer serviços de usinagem de peças e tratamento térmico, reduzindo custos relacionados à logística e ao tempo, agregando valor ao produto. Operando com sete máquinas de corte e recorte, três fornos para tratamento térmico e gerando 12 empregos diretos e 50 indiretos, a nova unidade tem estrutura voltada a fornecer aços com cortes especiais e peças com medidas personalizadas. Os principais segmentos atendidos são os de processamento de plástico, estamparia, forjamento, ferramenta de corte, extrusão de metais, bens de capital, automotivo, fundição e óleo e gás, entre outros.

A Villares Metals integra, desde 2007, a divisão de materiais de alta performance do grupo austríaco voestalpine. O grupo tem 1,4 mil colaboradores e unidades localizadas em Sumaré (SP), Joinville (SC), Vespasiano (MG) e, agora, Flores da Cunha. A distribuição inclui vendas de usinagem no Brasil e no exterior. Na Europa, as vendas são realizadas por meio da filial na Holanda. Está é a segunda operação da voestalpine em funcionamento na serra gaúcha. Desde 2008, a multinacional detém, por meio da Divisão Metal Forming, o controle acionário da Meincol, empresa caxiense criada em 1945.




Comentários