Aço-memória traz nova tecnologia para o concreto protendido

Engenheiros suíços deram um banho de tecnologia em uma das técnicas mais disseminadas no mundo todo para reforçar as construções.


Continua depois da publicidade


Concreto protendido

Engenheiros suíços deram um banho de tecnologia em uma das técnicas mais disseminadas no mundo todo para reforçar as construções: o concreto protendido usado na construção civil.

Enquanto o concreto armado possui estruturas de aço em seu interior, o concreto protendido contém adicionalmente cabos de aço tracionados hidraulicamente e ancorados no próprio concreto, o que dá um reforço adicional à estrutura.

Julien Michels e seus colegas do Laboratório Federal Suíço de Ciência e Tecnologia de Materiais (EMPA) substituíram os cabos de aço de reforço por um aço especial com memória de forma, um material que se "lembra" de seu formato original, retornando a ele por um gatilho de temperatura.

Os reforços de aço em estruturas de concreto são tipicamente protendidos hidraulicamente, o que exige dutos para guiar os cabos de tensão, âncoras para a transferência de força e macacos hidráulicos. Funciona bem, mas não dá para usar para reforçar obras que já estão prontas, por exemplo.


Continua depois da publicidade


Aço-memória

As ligas com memória de forma baseadas em ferro, que se contraem durante um aquecimento prévio, protendem de forma permanente a estrutura de concreto quando são instaladas e retornam à sua dimensão original, o que elimina a necessidade do pré-esforço hidráulico. O aquecimento prévio pode ser feito no local, usando uma corrente elétrica ou radiadores infravermelhos.

Já existem ligas com memória de forma sendo utilizadas em várias aplicações. Mas, como tipicamente são feitas de níquel e titânio, elas são caras demais para a construção civil. Isso levou a equipe a desenvolver um aço com memória de forma.

A equipe testou a técnica em vários projetos, novos e antigos, e afirma que a tecnologia está pronta para comercialização imediata: ela será vendida como o nome de "aço-memória" pelos parceiros industriais do projeto.




Comentários