3 benefícios da manutenção autorizada de equipamentos na indústria

Mitsubishi Electric destaca quais são os principais pontos positivos de investir em reparos profissionais para equipamentos


Continua depois da publicidade


No dia a dia das empresas que utilizam máquinas-ferramenta, a manutenção de equipamentos é uma etapa fundamental para manter a operação funcionando em sua capacidade total. Ao buscar por esse serviço priorizando fatores como o baixo custo e a menor “burocracia”, diversas companhias encontram serviços não autorizados de manutenção – que podem parecer uma excelente opção à primeira vista, mas trazem malefícios significativos para as companhias, como aponta a divisão de CNC da Mitsubishi Electric, uma das principais fornecedoras de soluções para a indústria.

De acordo com a companhia, entre os prejuízos causados por esse tipo de manutenção, estão defeitos significativos em razão da má aplicação, custo de retrabalho maior, possíveis queimas de outros equipamentos, perda da originalidade da função padrão, extravios, entre outros.

Para evitar esses prejuízos, é necessário recorrer ao reparo autorizado. A Divisão de CNC da Mitsubishi Electric do Brasil, destaca que os benefícios da manutenção autorizada são importantes e podem ser resumidos em três tópicos:


Continua depois da publicidade


1 - Uso de peças originais. “Na Mitsubishi Electric, temos a qualidade como um pilar essencial para o desenvolvimento de nossos produtos e serviços, por isso, para nós, é uma premissa básica usar peças originais, que trazem maior durabilidade e confiabilidade acerca dos reparos realizados”, afirma Thiago Caetano, supervisor técnico da companhia.

2 - Conhecimento técnico sobre o produto. “É fundamental ter conhecimento aplicado acerca dos produtos reparados, já que cada aplicação exige um tipo de reparo específico”, destaca o técnico.

3 - Garantia sobre o reparo efetuado. “Somente a manutenção autorizada pode fornecer esse tipo de garantia. Na Mitsubishi Electric, trabalhamos com garantia de 6 meses para os reparos realizados”, finaliza Caetano.




Comentários