Os segredos de um bom currículo

Colunista: Marianna  Wachelke 

Curriculum vitae. A expressão latina significa curso de vida. Conjunto de indicações biográficas relativas ao nome, idade, estado civil, situação, estudos, diplomas, obras publicadas e outras atividades de um estudante, candidato a um cargo, exame, concurso, etc.

Hora de arregaçar as mangas

Assim que você acha a vaga dos seus sonhos, a primeira lembrança que surge é aquele currículo desatualizado abandonado numa pastinha do computador. Preguiça e falta de tempo à parte, estruturar e organizar seu currículo é o primeiro passo para enfrentar uma seleção de emprego. Além de dados básicos como nome e contato, o documento fornece dados quanto a escolaridade, experiência profissional e planos de trabalho.

Existem vários tipos, então não se assuste se os seus amigos ou colegas apresentarem um currículo diferente do seu. Com capa, colorido, com foto (muitas vezes desnecessária), estilizado...vale tudo para chamar a atenção. Mas antes de qualquer firula (ops, layout!), ele deve ser direto no sentido que, em menos de 5 minutos o entrevistador tenha um perfil do profissional que você representa.  Ah, importantíssimo! Um currículo deve ser estruturado em duas (no máximo três) páginas.

Use informações ao seu favor, mas não force a barra. Ser claro é sempre a melhor estratégia. Evite qualquer comentário pessoal ou de críticas e julgamentos de valores, sobre as pessoas com quem conviveu no ambiente de trabalho, e muito menos sobre a situação ou organização interna da empresa em que trabalhou.

Frases e o uso da primeira pessoa são mais diretos e convincentes. É melhor o uso da primeira pessoa. Por exemplo: Implantei, construi, vendi, organizei etc. Se você tem 20 minutos para preparar o seu, fique calmo, que é só organizar um breve histórico e seguir as dicas:

- No cabeçalho (alto da página), deve ir: nome completo, endereço, telefone, celular, e-mail (aquele que você checa todo dia, por favor!), nacionalidade, data de nascimento. Hoje, recomenda-se não colocar o número do CPF, RG, Título de Eleitor nem carteira de motorista (estas informações devem ser fornecidas no contrato de trabalho)

- Depois vem o objetivo, que é explicar em poucas palavras qual é o cargo pretendido e a área de interesse. Evite causar a impressão de que não sabe o que quer, ou se dispõe a fazer qualquer coisa.

- Habilidades vêm em seguida, indique em no mááximo cinco linhas. Concentre-se nas experiências e realizações ligadas ao cargo pretendido. Não adianta preencher páginas citando cursos ou experiências desvinculados dos requisitos exigidos para o cargo.

- Quando mencionar conhecimento em idiomas, em vez de citar o nome dos cursos, indique o seu nível de conhecimento, se é fluente ou não, se apenas lê, se entende etc. Em relação a informática, cite os software que você tem habilidade (ex.: CorelDraw – avançado)

- Quanto à formação acadêmica, comece pelo curso mais recente, graduação e pós-graduação. Não precisa citar ensino fundamental e médio. Cursos, seminários e congressos devem ser citados apenas se tiverem vinculação com a área e a atuação profissional.

- Sua trajetória profissional merece destaque. Seja breve, organize o texto por itens, demonstre as experiências profissionais dos últimos anos, iniciando pelas mais recentes para as mais antigas. Explique em duas frases quem é a empresa, o seu cargo e quanto tempo trabalhou. Por fim, faça um resumo de suas principais competências, das características pessoais que favoreçam o desempenho profissional (capacidade para liderar, habilidade para negociar, visão estratégica...).

Na hora de revisar, cuide do seu português (ou idioma exigido) e dos erros de digitação (não confie no corretor de texto!) para não causar uma péssima primeira impressão.

Últimos toques:

- O texto deve ser escrito em fontes que passam a sensação de credibilidade, tamanho 12.

- Não use o tipo de letra, nem o tamanho para fazer truques (aumentar ou diminuir o número de páginas).

- Evite usar apenas letras maiúsculas. Não exagere nos destaques em negrito, itálico ou sublinhados. Esses recursos só devem ser utilizados para realçar dados importantes do texto.
Tópicos:



Comentários