Ambientalistas protestam contra Angra 3 em Brasília

Fonte: Estadão Online - 09/08/07

ONGs e parlamentares protestaram nesta quarta-feira (08) contra os planos de construção da usina nuclear de Angra 3, cujas obras podem começar ainda este ano, segundo o Ministério de Minas e Energia.

O Greenpeace, o World Wildlife Fund (WWF) e a S.O.S Mata Atlântica, organizaram a manifestação com 200 ativistas, em clima festivo, em frente ao Palácio do Planalto.

Os manifestantes deitaram no chão da Praça dos Três Poderes, formando a frase "Nuclear Não" para protestar contra a retomada das obras de construção de Angra 3.

O deputado Edson Duarte (PV-BA), que apoiou a manifestação, disse que o Programa Nuclear Brasileiro é "inseguro" e qualificou a construção da usina de "inoportuna, equivocada, arriscada e
perigosa".

Os ativistas lembraram com cartazes o lançamento de duas bombas nucleares sobre Hiroshima e Nagasaki - que completam 62 anos esta semana - e a explosão na usina soviética de Chernobyl, em 1986.

O projeto de Angra 3 foi retomado em junho. O governo prevê que a central esteja em funcionamento em um prazo de cinco anos e que
deva gerar 1.369 megawatts.

A terceira usina nuclear do País, na qual foram investidos R$ 1,5 bilhão em uma primeira fase paralisada há duas décadas, exigirá novos investimentos de R$ 7,2 bilhões, de acordo com cálculos do MME.

Além de Angra 3, o governo estuda há meses um projeto para construir entre quatro e oito novas usinas nucleares até 2030.



Comentários