Dividir para conquistar com as mais novas ferramentas de corte

Nova lâmina e melhoria do processo de corte


Continua depois da publicidade


A especialista em ferramentas de corte e sistemas de ferramentas Sandvik Coromant revelou uma nova lâmina para o sistema de corte CoroCut QD que, em combinação com a nova metodologia de processo, melhora substancialmente a estabilidade da ferramenta ao realinhar a força de corte resultante. Entre os inúmeros benefícios disponíveis para o cliente estão a melhora da produtividade, a melhor qualidade superficial e a redução nos níveis de ruído.

A nova lâmina de corte no eixo Y aumenta substancialmente
a estabilidade da ferramenta ao realinhar a força de corte resultante

Com as configurações convencionais da ferramenta de corte em centros de torneamento e máquinas multitarefas, a capacidade do movimento de avanço no plano XZ é uma limitação inerente. Ao realizar operações de corte, o vetor resultante das forças de corte é inevitavelmente direcionado de forma acentuada ao longo da seção transversal da ferramenta, levando a altas cargas e potencial deformação.


Continua depois da publicidade


Para resolver a situação, os engenheiros da Sandvik Coromant desenvolveram uma solução que aproveita a capacidade dos centros de torneamento e máquinas multitarefas modernos de avançar a ferramenta na direção Y. No novo conceito, a face superior da pastilha é colocada no final da lâmina, como se o assento da pastilha fosse rotacionado em 90° no sentido anti-horário. A nova lâmina corta a peça com sua extremidade frontal, que alinha, de forma aproximada, as forças de corte com o eixo longitudinal da lâmina. A análise pelo método de elementos finitos confirma que isso elimina as tensões críticas típicas das lâminas convencionais e aumenta em seis vezes a rigidez da lâmina quando comparada aos desenhos standard. Com a maior rigidez, os clientes podem aumentar a faixa de avanço ou usar um balanço mais longo sem perder estabilidade.

Ao ser implantado em centros de torneamento, os maiores benefícios do corte no eixo Y são a melhoria da produtividade e da segurança do processo. Para usuários de máquinas multitarefas, as lâminas de cortes no eixo Y proporcionam maior acessibilidade e capacidade para diâmetros maiores. Na verdade, um pré-teste confirmou um aumento de 50% no balanço durante a operação de corte de uma barra convencional com 120 mm de diâmetro e com capacidade de avanço máximo da pastilha, ajudando assim a aumentar o potencial da máquina. Além disso, foi obtido um aumento de produtividade de 300% sem comprometer a segurança do processo.

Em teste no cliente, o corte no eixo Y substituiu a serra de fita para uma barra Inconel de 180 mm de diâmetro, resultando em melhorias significativas de produtividade devido aos tempos de usinagem significativamente menores.

Outra vantagem do corte no eixo Y é que ele demanda alterações mínimas nos set-ups típicos de produção. Um ponto importante é que o mesmo programa pode ser usado para todas as peças. Outro benefício relevante é que não há praticamente nenhum custo extra de ferramenta, já que as ferramentas CoroCut QD existentes podem ser utilizadas. Também há um grande potencial para obter economia de tempo real quando a peça de trabalho é fixada em ambas as extremidades, pois nenhuma outra operação é possível durante a operação de corte.

As novas lâminas CoroCut QD vêm em larguras de 3 e 4 mm. Versões com comprimento standard (para ambas as larguras de 3 e 4 mm) estão disponíveis para operações de corte de até 120 mm de diâmetro, assim como uma lâmina extra longa de 4 mm de largura para cortes de até 180 mm de diâmetro. Adaptadores e pastilhas da lâmina CoroCut QD convencional podem ser utilizados com as novas lâminas.

Para mais informações, visite www.sandvik.coromant.com/pt-pt/knowledge/parting_grooving/choice-of-application/parting-off/y-axis-parting

Sandvik Coromant

Integrada no grupo global de engenharia industrial Sandvik, a Sandvik Coromant está na vanguarda do fabrico de ferramentas, de soluções de maquinagem e do conhecimento que impulsiona os padrões e as inovações exigidas pela indústria do trabalho de metais, não só na actualidade como também na era industrial que se segue. O apoio à formação, o grande investimento em L&D e fortes parcerias com os clientes, asseguram o desenvolvimento de tecnologias de maquinagem que mudam, conduzem e impulsionam o futuro da produção. A Sandvik Coromant detém mais de 3100 patentes mundiais, emprega mais de 8000 colaboradores e está representada em 150 países.
Para mais informações www.sandvik.coromant.com.




Comentários