Faculdade de Engenharia de Sorocaba investe 2,5 mi em laboratórios com conceito de Indústria 4.0


Continua depois da publicidade


Um projeto entre a Facens (Faculdade de Engenharia de Sorocaba) e a Festo, especializada em automação industrial, proporcionará aos alunos da instituição de ensino ter acesso aos mais modernos recursos aplicados atualmente dentro das fábricas. A partir da instalação de quatro laboratórios de Pneumática e Hidráulica, Manutenção Mecânica, Indústria 4.0 e CNC, a parceria pretende transferir novas tecnologias e conceitos aos estudantes. O investimento para essa iniciativa é de R$ 2,5 milhões.

O propósito desses laboratórios é capacitar os estudantes, transferindo assim novas tecnologias para o ambiente de automação de fábrica. Baseado em um conceito de arquitetura aberta, permite a evolução passo a passo do sistema com a inclusão de estações não adquiridas num primeiro momento, a futuras expansões com estações a serem desenvolvidas com diferentes tecnologias.

"Usando essas competências, as empresas terão mais competitividade no seu mercado de atuação, além de maior eficiência produtiva e melhor qualidade de seus produtos. Os custos decrescem e a flexibilidade aumenta por meio de uma estrutura de dados bem definida, assim como um método para comunicação destes dados", explica Felipe Anaya, Engenheiro da Festo responsável pelo projeto.


Continua depois da publicidade


De acordo com ele, o laboratório integrará tecnologias convencionais de produção como máquinas de usinagem, esteiras, sensores e atuadores, transladando para os conceitos mais avançados da indústria 3.0 como robôs, controladores e supervisórios, e, por fim, dando o início ao conceito de indústria 4.0 com rastreabilidade, RFID, softwares de gerenciamento de produção e simulação 3D de processos avançados de manufatura.




Comentários ()